John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Ação das Nações Unidas em prol do agricultor brasileiro

    Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) da ONU anuncia novo investimento de US$ 900 milhões no Brasil
    Rafael De Marco
    Divulgação
    Divulgação

    Tags:

    Agricultura

    O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) é uma instituição financeira e uma agência especializada das Nações Unidas. Com sede em Roma – o centro de alimentação e agricultura das Nações Unidas –, o FIDA investe na população rural, com capacitação para reduzir a pobreza, aumentar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e fortalecer a resiliência.

     

    Desde 1978, forneceu mais de US$ 24 bilhões em doações e empréstimos a juros baixos para financiar projetos em países em desenvolvimento. Em 2023, o Fundo de Desenvolvimento Agrícola da ONU anuncia novo investimento de US$ 900 milhões no Brasil (aproximadamente R$ 4 bilhões). Para isso, conta com a cooperação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Fundo Verde para o Clima e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Com isso, o montante levantado será suficiente para assistir 600 mil famílias da região Nordeste, contribuindo para o aumento da produtividade, a segurança alimentar, práticas agrícolas sustentáveis e a resiliência climática - contra longos períodos de estiagem, por exemplo.

     

    “O Brasil mais uma vez colocou a luta contra a pobreza e a fome no topo da agenda política. Isso é essencial em um contexto global em que 2,4 bilhões de pessoas sofrem de insegurança alimentar moderada ou grave”, afirmou o presidente do FIDA, Alvaro Lario, enaltecendo a parceria entre o governo do Brasil e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola das Nações Unidas, que visa alcançar resultados inéditos nos próximos anos, transformando a vida  daqueles que vivem no meio rural.

     

    Na última década, o FIDA e o Brasil financiaram seis grandes iniciativas, que representaram um total de investimentos de US$ 453 milhões. Cada projeto, de acordo com avaliação técnica de impactos diferenciados, representou melhorias reais na vida de mais de 252 mil famílias.

     

    Os números apresentados são expressivos:

    -60% dos participantes dos projetos conseguiram sair da pobreza extrema;

    - 33% aumentaram sua renda;

    -67% melhoraram o acesso à alimentação;

    -59% diversificaram o que comiam.

     

    No âmbito da agricultura familiar:

    -61% aumentaram a produção

    -33% ampliaram o acesso aos mercados.

    Ação das Nações Unidas em prol do agricultor brasileiro 1

    A forte parceria entre o FIDA e o Brasil é baseada em um compromisso conjunto de redução da pobreza e na busca de iniciativas inovadoras que possam ajudar as comunidades rurais. Desde a década de 1980, os investimentos do FIDA no País têm se concentrado especialmente no semiárido nordestino. Os participantes têm sido agricultores familiares e grupos vulneráveis, como comunidades indígenas e remanescentes quilombolas, além de assentados da reforma agrária, mulheres e jovens. Até hoje, 13 projetos foram implementados e 615,4 mil famílias beneficiadas, com um investimento total de US$ 1,18 bilhão, dos quais US$ 297 milhões financiados pelo FIDA.

     

    As operações do FIDA em território nacional também incluem um centro regional de Cooperação Sul-Sul e Triangular (CSST), que constantemente compartilha as melhores práticas  Brasil para outros países do mundo.

     

    Com informações das Nações Unidas Brasil. Para saber mais sobre ações da ONU clique AQUI

     

    Mais informações sobre o trabalho do FIDA no Brasil podem ser encontradas AQUI .