CONECTA NEWS – 15/03/2022

Fique ligado nas principais notícias do agronegócio no Brasil e no mundo. O conteúdo do Conecta News é uma parceria com o SAFRAS & MERCADO por meio da Agência SAFRAS

Agricultura

img-news
CAFÉ: Londres cai acompanhando arábica em NY e tombo do petróleo
A Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (ICE Futures Europa) para o café robusta encerrou as operações desta terça-feira com preços acentuadamente mais baixos. As cotações dessa vez caíram para o robusta no mercado futuro londrino acompanhando a forte desvalorização do arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) e do petróleo. A apreensão com os desdobramentos da guerra entre Rússia e Ucrânia e os efeitos sobre a economia global e sobre a demanda do café pesaram sobre os preços do café. Os contratos para entrega em maio/2022 fecharam o dia a US$ 2.081 a tonelada, baixa de US$ 34, ou de 1,6%. A posição julho/2022 fechou a US$ 2.053 a tonelada, queda de US$ 28, ou de 1,3%.

ALGODÃO: Vietnã se torna principal destino de produto da Austrália
O Vietnã se tornou principal destino do algodão da Austrália. Com o boicote Chinês ao algodão do país da Oceania, o Vietnã agora responde por 43% das exportações australianas. As informações são da Abrapa. 

TRIGO: Estoques do Cazaquistão estão estimados em 7,4 milhões de toneladas
De acordo com o Bureau de Estatísticas Nacionais da Agência de Planejamento Estratégico e Reformas da República do Cazaquistão, em 1 de março, os estoques de grãos e leguminosas totalizaram 9,12 milhões de toneladas, uma queda de 0,93 milhão de toneladas em relação ao mês anterior. No início de março, os estoques totais de trigo do país foram estimados em 7,4 milhões de toneladas, incluindo 6,78 milhões de toneladas de trigo para moagem, 1,45 milhão de toneladas de trigo para sementes, 886,8 mil toneladas de trigo para alimentação. As informações são da APK Inform.

MILHO: Line-up prevê embarques de 120,5 mil toneladas de março a maio
O line-up, a programação de embarques nos portos brasileiros, indicou que poderão ser exportadas 120,5 mil toneladas de milho de março a maio, conforme levantamento de SAFRAS & Mercado. Em fevereiro foram embarcadas 523,342 mil toneladas do cereal. O line-up de milho já começa a dar indicativo das recentes negociações realizadas nos portos e a tendência é que o volume de embarques entre abril e maio aumente semana a semana, acompanhando o bom ritmo dos negócios. No acumulado de fevereiro/22 a janeiro/23, a programação de embarques até agora aponta volumes de 643,842 mil toneladas de milho.

TRIGO: França faz raro embarque de produto para Egito
Um navio está carregando cerca de 30.000 toneladas de trigo na França com destino ao Egito, de acordo com dados de embarque. Segundo traders, essa é uma rara venda francesa ao setor privado do Egito, já que a invasão da Ucrânia pela Rússia reduz a disponibilidade de oferta para os importadores. O Egito, um dos maiores importadores de trigo do mundo, abastece-se principalmente da Rússia, Ucrânia e Romênia através do Mar Negro, com importações distribuídas entre a agência governamental GASC e a indústria de moagem privada. As informações são da Agência Reuters.

AÇÚCAR: Nova York volta a cair e rompe linha de 19 centavos
A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures US) para o açúcar bruto encerrou o pregão eletrônico com cotações em baixa. Os contratos com entrega em maio/2022 encerraram o dia a 18,73 centavos de dólar por libra-peso, recuo de 0,40 centavo (ou 2,09%) em relação ao fechamento anterior. A posição Julho/2022 fechou cotada a 18,68 centavos (-2,2%). O mercado voltou a ser pressionado pela forte queda nos contratos futuros do petróleo, com o barril do tipo Brent caindo quase 7% em Londres, para 99 dólares, o WTI recuando mais de 7% em Nova York, para 95 dólares. Com isso, o primeiro contrato rompeu a linha dos 19 centavos, apenas uma semana depois de ser alçado para máximas de três meses, quando foi a 19,89 centavos, acionando vendas automáticas (stops), de fundos e especuladores. Ao mesmo tempo, do lado fundamental, as usinas da India aceleram as vendas externas de açúcar com a fraqueza da rupia, ajudando a pressionar as cotações futuras do açúcar.

EUROZONA: Economia deve crescer robustamente, apesar de guerra, diz Lagarde
A economia da eurozona ainda deve registrar crescimento robusto em 2022, mesmo que a guerra na Ucrânia cause a elevação dos preços das commodities, afirmou nesta terça-feira a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde. "Se o cenário básico das projeções do corpo técnico se concretizar, a economia ainda deve crescer de forma robusta em 2022", disse Lagarde durante discurso em Berlim. Lagarde ressaltou que o BCE garantirá condições de liquidez suaves e implementará as sanções decididas pela UE e pelos governos europeus. "Tomaremos todas as medidas necessárias para cumprir nosso mandato de buscar a estabilidade de preços e salvaguardar a estabilidade financeira", disse. Embora outros cenários de crescimento também sejam possíveis, a expectativa ainda é que a inflação diminuirá progressivamente e se estabelecerá em torno da meta de 2% do BCE em 2024, acrescentou. Com informações da Agência CMA.

AÇÚCAR REFINADO: Londres fecha sessão com cotações em baixa
A ICE Futures Europe (Bolsa de Londres) para o açúcar refinado fechou as operações com cotações em baixa. Os contratos com entrega em maio/2022 fecharam a US$ 522,70 por tonelada, queda de US$ 7,10 a tonelada (-1,34%) na comparação ao fechamento anterior. Agosto/2022 fechou a US$ 512,90 por tonelada, recuo de US$ 7,10 a tonelada (-1,36%).

logo