CONECTA NEWS – 21/02/2022

Fique ligado nas principais notícias do agronegócio no Brasil e no mundo. O conteúdo do Conecta News é uma parceria com o SAFRAS & MERCADO por meio da Agência SAFRAS

Agricultura

img-news
FERTILIZANTES: Importações somam 2,2 mi de toneladas em fevereiro – Secex
As importações de fertilizantes do Brasil envolveram US$ 1,2 bilhão em fevereiro (14 dias úteis), com média diária de US$ 85,8 milhões. A quantidade total de fertilizantes importada pelo país ficou em 2,2 milhões de toneladas, com média de 157,28 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 545,60. Em relação a fevereiro de 2021, houve alta de 113,5% no valor médio diário da importação, perda de 5,5% na quantidade média diária importada e valorização de 125,8% no preço médio. Os dados são do Ministério da Economia e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

CAFÉ: Londres recua em meio a fatores técnicos, na ausência de NY
A Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (ICE Futures Europa) para o café robusta encerrou as operações desta segunda-feira com preços mais baixos. A sessão foi lenta para o robusta em Londres, já que faltou o principal referencial para a formação dos preços internacionais do café. Com o feriado do Dia do Presidente nos Estados Unidos, a Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica não operou. Assim, Londres ficou sem um melhor direcionamento. Fatores técnicos conduziram o mercado ao terreno negativo. Os contratos para entrega em março/2022 fecharam o dia a US$ 2.256 a tonelada, com perda de US$ 15, ou de 0,7%. A posição maio/2022 fechou a US$ 2.234 a tonelada, queda de US$ 21, ou de 0,9%.

CARNES: Exportação de aves atinge 233,7 mil toneladas em fevereiro – Secex
As exportações de carne de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas do Brasil renderam US$ 396,024 milhões em fevereiro (14 dias úteis), com média diária de US$ 28,288 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 233,7 mil toneladas, com média diária de 16,693 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 1.694,60. Em relação a fevereiro de 2021, houve alta de 7,7% no valor médio diário, recuo de 7,2% na quantidade média diária e avanço de 16,1% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

CARNE BOVINA: Exportação atinge 110,488 mil toneladas em fevereiro – Secex
As exportações de carne bovina fresca, congelada ou refrigerada do Brasil renderam US$ 614,111 milhões em fevereiro (14 dias úteis), com média diária de US$ 43,865 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 110,488 mil toneladas, com média diária de 7,892 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 5.558,20. Em relação a fevereiro de 2021, houve ganho de 70,2% no valor médio diário da exportação, aumento de 39,1% na quantidade média diária exportada e valorização de 22,4% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior. 

AÇÚCAR: Exportação atinge 1,091 milhões de toneladas em fevereiro – Secex
A receita diária média obtida com as exportações brasileiras de açúcar e outros melaços está em US$ 29,156 milhões em fevereiro, com quatorze dias úteis. Já o volume médio diário de exportações atinge 77,944 mil toneladas. Foram exportadas 1.091.213 toneladas de açúcar em fevereiro, com receita total de US$ 408,190 milhões e um preço médio de US$ 374,10 por tonelada. Na comparação com a média diária de fevereiro de 2021, de US$ 32,691 milhões, houve queda de 10,8% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em fevereiro de 2022. Em volume, houve recuo de 23,1%, ante as 101,347 mil toneladas diariamente embarcadas em fevereiro de 2021. Já o preço médio subiu 16%, ante os US$ 322,6 por tonelada verificados em fevereiro de 2021.

MILHO: Exportações somam 605,13 mil toneladas em fevereiro – Secex
As exportações de milho do Brasil apresentaram receita de US$ 157,667 milhões em fevereiro (14 dias úteis), com média diária de US$ 11,262 milhões. A quantidade total de milho exportada pelo país ficou em 605,13 mil toneladas, com média de 43,224 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 260,60. Em relação a fevereiro de 2021, houve alta de 19,8% no valor médio diário da exportação, de 0,2% na quantidade média diária exportada e valorização de 19,6% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

SOJA: Exportações do Brasil somam 3,39 milhões de toneladas em fevereiro – Secex
As exportações de soja em grão do Brasil renderam US$ 1,678 bilhão em fevereiro (14 dias úteis), com média diária de US$ 119,832 milhões. A quantidade total exportada pelo país no período chegou a 3,39 milhões de toneladas, com média diária de 242,123 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 494,90. Na comparação com fevereiro de 2021, houve alta de 108,2% na receita média diária e de 64,7% no volume. O preço subiu 26,4%. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

AÇÚCAR REFINADO: Londres fecha em leve alta, buscando direcionamento
A ICE Futures Europe (Bolsa de Londres) para o açúcar refinado fechou as operações com cotações em leve alta. Os contratos com entrega em maio/2022 fecharam a US$ 486,10 por tonelada, alta de US$ 1,20 a tonelada (+0,24%) na comparação ao fechamento anterior. Agosto/2022 fechou a US$ 479,30 por tonelada, ganho de US$ 1,00 a tonelada (+0,2%). Segundo operadores consultados pela Dow Jones, perspectivas cada vez mais animadoras para a safra de açúcar da India deixam os investidores na defensiva, temerosos de adicionarem posições compradas a suas carteiras. Oscilando dentro de estreitas margens, sem um direcionamento claro diante da ausência do referencial nova-iorquino do açúcar bruto com o feriado nos Estados Unidos, os futuros do açúcar branco/refinado permaneceram no intervalo curto deste mês de fevereiro, entre US$ 447,20 a 494,40 por tonelada. As estimativas para a produção de açúcar da India em 2021/22 não param de crescer, com alguns analistas já apontando para um volume de até 32,5 milhões de toneladas. Por outro lado, as exportações da India desaceleram nas últimas duas semanas por conta de preços internacionais relativamente baixos.

ARROZ: Bloqueio atmosférico traz chuva forte e tardia ao RS
O Rio Grande do Sul passou por mais uma semana praticamente sem chuva. A temperatura oscilou bastante. Em Uruguaiana, por exemplo, a temperatura mínima alcançou 14C na segunda-feira passada (14) e a máxima foi aos 38C na quinta-feira (17). De forma tardia para muitas áreas, a chuva forte retorna ao RS e prosseguirá pelos próximos 14 dias. Para áreas em maturação, a chuva pode piorar a qualidade do grão, mas a precipitação trará alívio a mais da metade das áreas em fase reprodutiva. A simulação COSMO-INMET mostra-se mais confiável e indica mais de 50 milímetros na Zona Sul, Campanha e Planícies Costeiras em sete dias. Na Região Central e Fronteira Oeste, a precipitação será mais fraca. Em São Borja, por exemplo, estimam-se menos de 20mm. Ainda há previsão de aumento do calor até a total regularização da chuva, algo que acontecerá a partir da quinta-feira (24). A precipitação será mais frequente até o fim da primeira semana de março. Posteriormente, retornará o tempo seco, que tem sido observado nos últimos meses. As informações são do Irga.

AÇÚCAR: Czarnikow estima déficit global de 2,8 milhões de toneladas para 2022/23
A trading britânica Czarnikow em relatório divulgado nesta segunda-feira apontou que o mercado global de açúcar deve enfrentar um déficit entre a oferta e a demanda na ordem de 2,8 milhões de toneladas em 2022/23 (outubro-setembro), após um superávit de 4 milhões de toneladas estimado para a temporada anterior. As informações partem da Reuters.

logo