John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Conheça a calculadora de sementes forrageiras

    Ferramenta está disponível gratuitamente na plataforma Pasto Certo e fornece uma sugestão da quantidade de sementes forrageiras necessária para a implantação da pastagem
    Rafael De Marco
    Divulgação/Embrapa

    Tags:

    Forragem

    Tecnologia

    Ferramente é resultado da parceria entre Embrapa Gado de Corte (MS), Associação para o Fomento à Pesquisa de Melhoramento de Forrageiras (Unipasto) e Faculdade de Computação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Facom-UFMS).

     

    Antes de começar a utilizar a calculadora, é necessário ter em mãos o “termo de conformidade”, que acompanha a nota fiscal no momento da compra da semente.

     

    Para ter a sugestão de cálculo, o usuário deve informar qual cultivar forrageira será implantada; o método de semeadura a ser adotado (a lanço ou em linha); e o tipo de semente (não revestida ou revestida).

     

    O próximo passo é inserir os valores para a taxa de semeadura desejada (número de sementes puras viáveis por metro quadrado; espaçamento entre linhas de semeadura (cm); peso de mil sementes revestidas (g), o valor está na embalagem das sementes e no “termo de conformidade”; peso de mil sementes (g); pureza da semente revestida (%) para sementes revestidas ou simplesmente “pureza da semente” para o caso de semente “não revestida”; germinação ou viabilidade da semente (%); área de plantio (ha) e preço do kg da semente comercial (em reais R$).

     

    Além de fornecer o número de sementes puras viáveis por metro linear, a ferramenta fornece informações para valor cultural real da semente comercial, peso de sementes puras viáveis por metro linear, peso da semente comercial por metro linear, quantidade de sementes puras viáveis por hectare, quantidade de semente comercial por hectare, quantidade de semente comercial para área total, custo da semente comercial por hectare e custo da semente comercial para área total.

    Com informações da Embrapa