NOTÍCIAS DE HOJE – 08/11/2021

Veja algumas notícias preparadas pela equipe do SAFRAS & MERCADO por meio da Agência SAFRAS

Agricultura

img-news

CARNE SUINA: Exportações atingem 18,063 mil toneladas em novembro – Secex

 

As exportações de carne suína "in natura" do Brasil renderam US$ 41,085 milhões em novembro (3 dias úteis), com média diária de US$ 13,695 milhões. A quantidade total exportada pelo país no período chegou a 18,063 mil toneladas, com média diária de 6,021 mil toneladas. O preço médio ficou em US$ 2.274,50. Em relação a novembro de 2020, houve alta de 45,27% no valor médio diário da exportação, avanço de 58,08% na quantidade média diária exportada e desvalorização de 8,1% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

 

SOJA: Exportações do Brasil somam 859,111 mil toneladas em novembro – Secex

 

As exportações de soja em grão do Brasil renderam US$ 438,458 milhões em outubro (3 dias úteis), com média diária de US$ 146,153 milhões. A quantidade total exportada pelo país no período chegou a 859,111 mil toneladas, com média diária de 286,37 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 510,40. Na comparação com novembro de 2020, houve alta de 452,91% na receita média diária e de 298,94% no volume. O preço subiu 38,6%. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

 

AÇÚCAR REFINADO: Londres fecha com cotações em alta

 

A ICE Futures Europe (Bolsa de Londres) para o açúcar refinado fechou as operações com cotações em alta. Os contratos com entrega em dezembro/2021 fecharam a US$ 514,00 por tonelada, alta de US$ 6,30 por tonelada (+1,24%) na comparação ao fechamento anterior. Março/2022 fechou a US$ 510,20 por tonelada, alta de US$ 3,90 a tonelada (+0,77%).

 

 

CARNES: Exportação de aves atinge 72,594 mil t em novembro – Secex

 

As exportações de carne de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas do Brasil renderam US$ 130,277 milhões em novembro (3 dias úteis), com média diária de US$ 43,425 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 72,594 mil toneladas, com média diária de 24,198 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 1.794,60. Na comparação com novembro de 2020, houve alta de 102,15% no valor médio diário, ganho de 49,29% na quantidade média diária e avanço de 35,41% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

 

ALGODÃO: Brasil exporta 52,750 mil toneladas até 1ª semana de novembro

 

As exportações brasileiras de algodão bruto somaram 52,750 mil toneladas até a primeira semana de novembro (3 dias úteis), com média diária de 17,583 mil toneladas. A receita com as vendas ao exterior totalizou US$ 89,675 milhões, com média diária de US$ 29,892 milhões. As informações são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Em relação à igual período do ano anterior, houve avanço de 5,52% no volume diário exportado (16,664 mil toneladas diárias em novembro de 2020). .Já a receita diária teve acréscimo de 19,55% (US$ 25,002 milhões diários em novembro de 2020).

 

 

FERTILIZANTES: Importações somam 700,5 mil toneladas em novembro – Secex

 

As importações de fertilizantes do Brasil envolveram US$ 317,95 milhões em novembro (3 dias úteis), com média diária de US$ 105,98 milhões. A quantidade total de fertilizantes importada pelo país ficou em 700,5 mil toneladas, com média de 233,5 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 453,90. Em relação a novembro de 2020, houve alta de 155,82% no valor médio diário da importação, ganho de 31,04% na quantidade média diária importada e valorização de 95,22% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

 

AÇÚCAR: Exportação atinge 498 mil toneladas em novembro – Secex

 

A receita diária média obtida com as exportações brasileiras de açúcar e outros melaços totaliza US$ 57,558 milhões em novembro (três dias úteis até ontem, 07). Já o volume médio diário de exportações atingiu 166,141 mil toneladas. Foram exportadas 498.422 toneladas de açúcar no período, com receita total de US$ 172,675 milhões e um preço médio de US$ 346,40 por tonelada. Na comparação com a média diária de novembro de 2020, de US$ 42,968 milhões, verifica-se alta de 33,96% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em novembro de 2021. Em volume, houve alta de 14,44%, ante as 145,175 mil toneladas diariamente embarcadas em novembro de 2020. Já o preço médio subiu 17,05%, ante os US$ 296,00 por tonelada verificados em outubro de 2020. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

 

 

CARNE BOVINA: Exportação atinge 15,797 mil t em novembro – Secex

 

As exportações de carne bovina fresca, congelada ou refrigerada do Brasil renderam US$ 78,504 milhões em novembro (3 dias úteis), com média diária de US$ 26,168 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 15,797 mil toneladas, com média diária de 5,265 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 4.969,60. Em relação a novembro de 2020, houve perda de 29,13% no valor médio diário da exportação, queda de 37,21% na quantidade média diária exportada e valorização de 12,88% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

 

MILHO: Exportações somam 447,194 mil toneladas em novembro – Secex

 

As exportações de milho do Brasil apresentaram receita de US$ 109,546 milhões em novembro (3 dias úteis), com média diária de US$ 36,515 milhões. A quantidade total de milho exportada pelo país ficou em 447,194 mil toneladas, com média de 149,064 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 245,00. Em relação a novembro de 2020, houve baixa de 13,51% no valor médio diário da exportação, queda de 37,01% na quantidade média diária exportada e valorização de 37,30% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

 

ECONOMIA: Balança tem déficit de US$ 30 mil na 1ª semana de novembro

 

Na 1ª semana de Novembro de 2021, a balança comercial registrou déficit de US$ -0,03 bilhões e corrente de comércio de US$ 8,485 bilhões, resultado de exportações no valor de US$ 4,227 bilhões e importações de US$ 4,258 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 240,028 bilhões e as importações, US$ 181,56 bilhões, com saldo positivo de US$ 58,468 bilhões e corrente de comércio de US$ 421,588 bilhões. As informações são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

 

 

OLEAGINOSAS: Estoques de óleo de palma da Malásia devem subir em outubro

 

Os estoques de óleo de palma da Malásia no final de outubro provavelmente subiram 3,1% ante setembro, para 1,80 milhão de toneladas, com os principais compradores, China e India, comprando menos. A estimativa é de analistas, produtores e comerciantes consultados pela S&P Global Platts. A produção de outubro do segundo maior produtor e exportador de óleo de palma do mundo foi estimada em 1,68 milhão de toneladas, de acordo com o levantamento. Os participantes do mercado também sentiram que a produção em novembro e dezembro será menor do que em outubro, acompanhando tendências sazonais.

 

 

ALGODÃO: Relatório do USDA deve trazer poucas mudanças aos EUA

 

O relatório de novembro de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que será apresentado nesta terça-feira (11), às 14 horas (horário de Brasília), deve trazer poucas mudanças para os números do país. Segundo traders consultados pela Bloomberg, a produção deve somar 18,04 milhões de fardos, ante 18 milhões no relatório passado. Os estoques finais norte-americanos devem ser previstos em 3,16 milhões de fardos, ante 3,2 milhões no mês anterior. No âmbito global, os estoques devem somar 87,08 milhões de toneladas, ante 87,13 milhões de toneladas em setembro.

 

logo