NOTÍCIAS DE HOJE – 1/9/2021

Veja algumas notícias preparadas pela equipe do SAFRAS & MERCADO por meio da Agência SAFRAS

Agricultura

img-news
CARNE BOVINA: Exportação atinge 181,605 mil t em agosto
As exportações de carne bovina fresca, congelada ou refrigerada do Brasil renderam US$ 1,031 bilhão em agosto (22 dias úteis), com média diária de US$ 46,884 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 81,605 mil toneladas, com média diária de 8,254 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 5.679,70. Em relação a agosto de 2020, houve ganho de 50,52% no valor médio diário da exportação, alta de 6,21% na quantidade média diária exportada e valorização de 41,73% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

ALGODÃO: Brasil exporta 50,776 mil toneladas em agosto
As exportações brasileiras de algodão bruto somaram 50,776 mil toneladas em agosto (22 dias úteis), com média diária de 2,308 mil toneladas. A receita com as vendas ao exterior totalizou US$ 88,270 milhões, com média diária de US$ 4,012 milhões. As informações são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Em relação à igual período do ano anterior, houve recuo de 55,26% no volume diário exportado (5,158 mil toneladas diárias em agosto de 2020). Já a receita diária teve retração de 44,91% (US$ 7,283 milhões diários em agosto de 2020).

CAFÉ: Londres fecha com boa alta com fatores técnicos e apreensão com oferta
A Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (ICE Futures Europa) para o café robusta encerrou as operações desta quarta-feira com preços acentuadamente mais altos. Em sessão volátil, o mercado londrino terminou com bons ganhos diante de aspectos técnicos e com apreensão com a oferta global. Os estoques de robusta estão decaindo, com as indústrias torrefadoras utilizando mais estes grãos em seus blends diante da maior dificuldade para obtenção do arábica e os altos custos com as recentes altas nos preços e expectativa de quebra na safra brasileira de 2022. Os contratos para entrega em novembro/2021 fecharam o dia a US$ 2.066 a tonelada, com alta de US$ 40, ou de 2,0%. A posição janeiro/2022 fechou a US$ 2.028 a tonelada, com elevação de US$ 34, ou de 1,7%.

AÇÚCAR: Exportação atinge 2,595 milhões de toneladas em agosto
A receita diária média obtida com as exportações brasileiras de açúcar e outros melaços totaliza US$ 40,053 milhões em agosto (23 dias úteis). Já o volume médio diário de exportações atingiu 117,973 mil toneladas. Foram exportadas 2.595.408 toneladas de açúcar no período, com receita total de US$ 881,179 milhões e um preço médio de US$ 339,50 por tonelada. Na comparação com a média diária de agosto de 2020, de US$ 41,026 milhões, verificou-se queda de 2,8% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em agosto de 2021. Em volume, houve recuo de 21,08%, ante as 149,476 mil toneladas diariamente embarcadas em agosto de 2020. Já o preço médio subiu 23,16%, ante os US$ 275,70 por tonelada verificados em agosto de 2020.

MILHO: Exportações somam 4,349 milhões de toneladas em agosto
As exportações de milho do Brasil apresentaram receita de US$ 847,036 milhões em agosto (22 dias úteis), com média diária de US$ 38,501 milhões. A quantidade total de milho exportada pelo país ficou em 4,349 milhões de toneladas, com média de 197,702 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 194,70. Em relação a agosto de 2020, houve baixa de 18,89% no valor médio diário da exportação, queda de 33,51% na quantidade média diária exportada e valorização de 21,99% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

ECONOMIA: Balança tem superávit de US$ 7,664 bilhão em agosto
Em Agosto/2021, comparado a igual mês do ano anterior, as exportações cresceram 49,2% e somaram US$ 27,21 bilhões. As importações cresceram 61,1% e totalizaram US$ 19,55 bilhões. Assim, a balança comercial registrou superávit de US$ 7,664 bilhões, com crescimento de 25,7%, e a corrente de comércio aumentou 54,0%, alcançando US$ 46,76 bilhões. No acumulado Janeiro/Agosto 2021, em comparação a igual período do ano anterior, as exportações cresceram 37,3% e somaram US$ 188,86 bilhões. As importações cresceram 34,4% e totalizaram US$ 136,83 bilhões. Como consequência destes resultados, a balança comercial apresentou superávit de US$ 52,03 bilhões , com crescimento de 45,7%, e a corrente de comércio registrou aumento de 36,1%, atingindo US$ 325,69 bilhões. As informações são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.
logo