John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    VOCÊ CONECTADO: Fique ligado nas notícias do dia (20/9)

    Conecta traz um resumo dos principais fatos e acontecimentos que impactam o agronegócio no Brasil e no mundo para que o produtor rural termine o dia bem informado
    Rafael De Marco
    Arquivo
    Arquivo

    Tags:

    Agronegócio

    AGRONEGÓCIO: Exportações mineiras caem para US$ 9,5 bilhões em 2023

    As exportações do agronegócio mineiro alcançaram US$ 9,49 bilhões e 10 milhões de toneladas embarcadas entre janeiro e agosto deste ano. Os números representam um acréscimo de 12,5% no volume e uma retração de 7,6% na receita em comparação ao mesmo período de 2022. O cenário é influenciado pelo declínio de 17% no preço médio das commodities no mercado internacional, fator que impacta o comércio externo de todo o Brasil. "O recuo no valor pode ser explicado, de forma global, pela diminuição do preço médio pago pelas commodities, bem como, de forma pontual, pelo arrefecimento das compras dos nossos maiores parceiros comerciais, a China, a Alemanha e a Itália", explica a assessora técnica da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Manoela Teixeira. Nos primeiros oito meses de 2023, o agro foi responsável por 36,1% das vendas de Minas Gerais no exterior.
    Os principais destinos da produção agropecuária mineira foram:
    China (US$ 3,3 bilhões)
    Estados Unidos (US$ 750 milhões)
    Alemanha (US$ 554 milhões)
    Japão (US$ 382 milhões)
    Itália (US$ 378 milhões).
    No total, 171 países receberam produtos do estado. Os itens mais exportados do catálogo em Minas foram:
    Café (36%)
    Complexo soja (31%)
    Complexo sucroalcooleiro (11%)
    Carnes (9%)
    Produtos florestais (8%)

     

    EUA: Fed decide por manter taxa básica inalterada entre 5,25% e 5,5%

    O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) decidiu por manter as taxas básicas de juros dos Estados Unidos inalteradas na faixa entre 5,25% e 5,5%. De acordo com comunicado divulgado pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), o Fomc agora acredita que "indicadores recentes sugerem que a atividade econômica tem se expandido em ritmo sólido". Na declaração de julho, o Comitê destacou que a economia vinha expandindo em "ritmo moderado". Dessa vez, o comunicado também ressaltou que "os ganhos de emprego abrandaram nos últimos meses, mas permanecem fortes e a taxa de desemprego permaneceu baixa", diferente da declaração passada que via o crescimento de vagas como "robusto". A afirmação de que "a inflação continua elevada" permanece igual. Mais uma vez, o Fomc afirmou que "o sistema bancário dos Estados Unidos é sólido e resiliente" e que as "condições de crédito mais restritivas para famílias e empresas poderão pesar sobre a atividade econômica, as contratações e a inflação".

    SOJA: Importações da China em agosto do Brasil aumentaram 45% em relação ao ano anterior
    As importações de soja da China provenientes do Brasil aumentaram 45% em agosto em relação ao ano anterior, mostraram dados divulgados nesta quarta-feira. A China importou 9,09 milhões de toneladas da oleaginosa do Brasil no mês passado, segundo mostrou a Administração Geral das Alfândegas, quase a totalidade dos 9,36 milhões de toneladas do total de soja que chegaram à China em agosto. Os embarques totais do país sul-americano foram de 47,99 milhões de toneladas até agora neste ano, um aumento de 17,3% em comparação com o mesmo período do ano passado. As informações são da Reuters.

     

    MÁQUINAS: Mapa recebe diretoria da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores

    O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, recebeu, nesta terça-feira (19), a diretoria da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) para tratar de questões relacionadas à desburocratização e modernização dos registros de garantias de financiamentos de máquinas e equipamentos e da nova sistemática de equalização da taxa de juros no Plano Safra 2023/2024. Na oportunidade, a diretoria da Anfavea também solicitou o apoio do ministro em temas como a descarbonização dos veículos e o aperfeiçoamento de requisitos em licitações públicas na aquisição de máquinas e equipamentos. Marcio Leite, presidente da entidade, mostrou a relevância do uso dos biocombustíveis no processo de redução de emissões de carbono na atmosfera e no meio ambiente. Fávaro salientou que os temas tratados são convergentes com a política de governo do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Participaram da audiência, além do presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite; a vice-presidente, Ana Helena de Andrade; o vice-presidente, Alexandre Bernardes; o diretor executivo, Aurélio Santana; o diretor de Relações Governamentais, Mauro Borges; e o gerente de Estudos e Comércio Exterior, Marcos Abreu. Acompanhou também a reunião, o secretário de Política Agrícola Adjunto do Mapa, Wilson Vaz.