John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    VOCÊ CONECTADO: Fique ligado nas notícias do dia (23/10)

    Conecta traz um resumo dos principais fatos e acontecimentos que impactam o agronegócio no Brasil e no mundo para que o produtor rural termine o dia bem informado
    Rafael De Marco
    Arquivo
    Arquivo

    Tags:

    Agronegócio

    SOJA: Representantes de 10 países visitam fazendas certificadas em sustentabilidade no Brasil

    Um grupo de 70 pessoas ligadas à cadeia produtiva da soja, entre produtores, representantes de indústrias, instituições financeiras, tradings e ONGs de 10 países visitou duas fazendas da região do Triângulo Mineiro certificadas como produção de soja responsável pela Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS - Round Table on Responsible Soy). Composto por representantes do Brasil, Holanda, Suíça, Bélgica, Argentina, Paraguai, Reino Unido, Japão, França e Alemanha, o grupo conheceu a Fazenda Água Santa, localizada entre os municípios de Perdizes e Santa Juliana (MG) e a Fazenda São José, que fica em Araguari (MG). Ambas possuem a certificação Padrão RTRS de Produção de Soja Responsável, assegurando que a soja foi produzida em condições ambientalmente corretas, socialmente justas e economicamente viáveis, com zero desmatamento.

     

    DADOS DE EXPORTAÇÃO - Secex:

    CARNE SUINA: Exportações atingem 50,943 mil toneladas em outubro

    As exportações de carne suína "in natura" do Brasil renderam US$ 116,537 milhões em outubro (14 dias úteis), com média diária de US$ 8,324 milhões. A quantidade total exportada pelo país no período chegou a 50,943 mil toneladas, com média diária de 3,638 mil toneladas. O preço médio ficou em US$ 2.287,60. Em relação a outubro de 2022, houve baixa de 29% no valor médio diário, perda de 23,2% na quantidade média diária e queda de 7,5% no preço médio. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

     

    AVES: Exportação atinge 252,382 mil toneladas em outubro

    As exportações de carne de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas do Brasil renderam US$ 451,726 milhões em outubro (14 dias úteis), com média diária de US$ 32,266 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 252,382 mil toneladas, com média diária de 18,027 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 1.789,90. Em relação a outubro de 2022, houve queda de 18,3% no valor médio diário, baixa de 5,6% na quantidade média diária e recuo de 13,5% no preço médio.

     

    ALGODÃO: Brasil exporta 153,722 mil toneladas em outubro

    As exportações brasileiras de algodão somaram 153,722 mil toneladas em outubro (14 dias úteis), com média diária de 10.980 toneladas. A receita com as vendas ao exterior totalizou US$ 297,201 milhões, com média de US$ 21,228 milhões. As informações são do Ministério da Economia. Em relação à igual período do ano anterior, houve recuo de 19,8% no volume diário exportado (13,691 mil toneladas diárias em outubro de 2022). Já a receita diária teve decréscimo de 26% (US$ 28,691 milhões diários em outubro de 2022).

     

    CARNE BOVINA: Exportação atinge 133,591 mil toneladas em outubro

    As exportações de carne bovina fresca, congelada ou refrigerada do Brasil renderam US$ 613,324 milhões em outubro (14 dias úteis), com média diária de US$ 43,808 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 133,591 mil toneladas, com média diária de 9,542 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 4.591,00. Em relação a outubro de 2022, houve baixa de 24,5% no valor médio diário da exportação, queda de 3,8% na quantidade média diária exportada e desvalorização de 21,5% no preço médio.

     

    SOJA: Exportações do Brasil somam 3,864 milhões de toneladas em outubro

    As exportações de soja em grão do Brasil renderam US$ 2,018 bilhão em outubro (14 dias úteis), com média diária de US$ 144,166 milhões. A quantidade total exportada pelo país no período chegou a 3,864 milhões de toneladas, com média diária de 276,048 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 522,30. Na comparação com outubro de 2022, houve alta de 17,4% na receita média diária e de 38,1% no volume. O preço caiu 15%.

     

    MILHO: Exportações somam 5,893 milhões de toneladas em outubro

    As exportações de milho do Brasil apresentaram receita de US$ 1,332 bilhão em outubro (14 dias úteis), com média diária de US$ 95,175 milhões. A quantidade total de milho exportada pelo país ficou em 5,893 milhões de toneladas, com média de 420,957 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 226,10. Em relação a outubro de 2022, houve baixa de 5,3% no valor médio diário da exportação, aumento de 17,9% na quantidade média diária exportada e desvalorização de 19,6% no preço médio.

     

    CAFÉ: Embarques brasileiros de outubro chegam a 2,815 mi de sacas

    As exportações brasileiras de café em grão em outubro de 2023 chegam a 2.815.238 sacas de 60 quilos, com 14 dias úteis computados (média diária de 201.088 sacas), com receita chegando a US$ 550,334 milhões (média diária de US$ 39,310 milhões), e preço médio de US$ 195,48 saca. A receita média diária obtida com as exportações de café em grão em outubro é 8,5% menor no comparativo com a média diária de outubro de 2022, que fora de US$ 42,970 milhões. Já o volume médio diário embarcado é 14,7% maior que o de outubro de 2022, que tinha o registro de 175.303 sacas diárias de média. O preço médio, por sua vez, recuou 20,2%.

    AÇÚCAR: Exportação atinge 2,2 milhões de toneladas em outubro

    A receita diária média obtida com as exportações brasileiras de açúcar e outros melaços atinge US$ 75,516 milhões em outubro, com 14 dias úteis até ontem, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Já o volume médio diário de exportações chega a 150,027 mil toneladas no mês. Foram exportadas 2.100.380 toneladas de açúcar em outubro, com receita de US$ 1,057 bilhão, a um preço médio de US$ 503,30 por tonelada. Na comparação com a média diária de outubro de 2022, de US$ 68,528 milhões, há alta de 10,2% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em outubro de 2023. Em volume, por outro lado, há queda de 9,9%, ante as 166,516 mil toneladas diariamente embarcadas em outubro de 2022. Já o preço médio subiu 22,3%, ante os US$ 411,50 por tonelada verificados em outubro de 2022.

     

     

    ECONOMIA: Balança tem superávit de US$ 6,301 bi até 3 semana de outubro

    Na 3 semana de outubro de 2023, a balança comercial registrou superávit de US$ 2,403 bilhões e corrente de comércio de US$ 12,792 bilhões, resultado de exportações no valor de US$ 7,598 bilhões e importações de US$ 5,194 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 20,2 bilhões e as importações, US$ 13,899 bilhões, com saldo positivo de US$ 6,301 bilhões e corrente de comércio de US$ 34,1 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 273,187 bilhões e as importações, US$ 195,633 bilhões, com saldo positivo de US$ 77,555 bilhões e corrente de comércio de US$ 468,82 bilhões. As informações são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.

     

    SOJA: Importação de grão do Brasil pela China sobe 23% em setembro

    As importações de soja do Brasil pela China subiram forte em setembro ante o mesmo mês do ano anterior, reflexo da enorme safra do produtor sul-americano. A China, maior compradora mundial de soja, trouxe 6,88 milhões de toneladas da oleaginosa do Brasil em setembro, avanço de 23% em relação ao mesmo mês do ano anterior, segundo a Administração Geral da Alfândega. Dos Estados Unidos, foram importadas 133,692 mil toneladas em setembro, ante 1,15 milhão de toneladas no mesmo mês do ano passado.

     

    SOJA: Plantio da safra brasileira 2023/24 está em 28,6%

    O plantio da safra de soja 2023/24 do Brasil está em 28,6% da área total esperada até o dia 20 de outubro. A estimativa parte de levantamento de SAFRAS & Mercado. Na semana anterior, o número era de 15,8%. Em igual período do ano passado, a área semeada era de 32,4% e a média de cinco anos é de 28,5%. Entre os estados mais avançados, o plantio no Paraná já chega a 49%, estando em 61% no Mato Grosso, 27% no Mato Grosso do Sul, 20% em Goiás e 13% em São Paulo. Em Minas Gerais o plantio está em 8%, e na Bahia os trabalhos estão em 4%.