John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    VOCÊ CONECTADO: Fique ligado nas notícias do dia (24/8)

    Conecta traz um resumo dos principais fatos e acontecimentos que impactam o agronegócio no Brasil e no mundo para que o produtor rural termine o dia bem informado
    Rafael De Marco
    Arquivo
    Arquivo

    Tags:

    Agro

    Agronegócio

    ARROZ: Preços e clima criam boas perspectivas para safra 2023/24 no RS

    Os procedimentos de sistematização de terreno visando a futura semeadura do arroz prosseguiram nesta semana no Rio Grande do Sul. Segundo informações da Emater, as áreas destinadas ao plantio por meio do sistema pré-germinado estão em estágio avançado de preparação. As perspectivas para o cultivo na safra 2023/2024 são favoráveis, em grande parte devido à motivação dos rizicultores com os atuais preços de comercialização. Além disso, há maior risco associado ao cultivo alternativo de soja em áreas de várzea em virtude dos efeitos do fenômeno El Niño. Com essa condição climática, aumenta consideravelmente a possibilidade de ocorrência de chuvas, que dificultam a secagem dos solos e, por consequência, afetam o manejo da oleaginosa.

     

    MILHO: Chuvas frequentes e temperaturas mais altas favorecem lavouras no Rio Grande do Sul

    A semeadura do milho no Rio Grande do Sul foi ampliada nesta semana, abrangendo um maior número de regiões. Segundo levantamento semanal da Emater, a operação está mais avançada na região oeste e iniciou de forma mais tímida no nordeste. A frequência das chuvas e as temperaturas mais elevadas proporcionaram estágio inicial de estabelecimento da cultura altamente adequado. No entanto, há preocupação com a presença de cigarrinha (Dalbulus maidis) em plantas voluntárias, o que requer a devida atenção por parte dos agricultores para o monitoramento dessa praga. Segundo o levantamento semanal de preços realizado pela Emater/RS-Ascar no Estado, o valor médio apresentou elevação de +0,73% em relação à semana anterior, passando de R$ 53,13 para R$ 53,52. As informações são do boletim semanal da Emater/RS.

     

    CARNE BOVINA: Valor das exportações na Argentina cai 21% em julho na Argentina

    O valor das exportações do complexo bovino da Argentina caiu 21% em julho na comparação anual, com US$ 298,1 milhões, segundo dados do Conselho Agroindustrial Argentino (CAA). O valor anual acumulado é de US$ 1.870 bilhões, queda de 19% em relação ao mesmo período de 2022. A participação do complexo na agroindústria foi de 8,6%.

     

    TRIGO: Diminui percentual de lavouras em déficit hídrico na Argentina

    As precipitações registradas durante a semana se concentraram fundamentalmente no sul e no leste da área agrícola argentina de trigo. Em escala nacional, a condição ideal de umidade aumentou 3,5 pontos percentuais. Este aumento é significativamente mais importante no nível da zona para os núcleos de trigo de Buenos Aires e La Pampa. No entanto, no centro e no norte da área agrícola, a contribuição das chuvas foi escassa a nula, impactando negativamente a condição do cereal. As informações são da Bolsa de Buenos Aires. As lavouras argentinas se dividem entre condições boas ou excelentes (23%), normais (62%) e regulares ou ruins (15%).

     

    SOJA: Área da safra 2023/24 em Uberlândia (MG) deve ser mantida

    As primeiras expectativas em torno do plantio da safra 2023/24 de soja em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, apontam para a manutenção dos 60 mil hectares cultivados na temporada 2022/23. Quem informa é a Emater local. De acordo com o engenheiro-agrônomo Carlos Miguel Rodrigues Couto, apesar da queda nas cotações da soja, houve um declínio também nos preços dos insumos, o que poderia motivar algum avanço ainda na área cultivada na próxima safra, o que ainda está indefinido. As chuvas no último final de semana, variando de 6 a 12 milímetros e a expectativa de novas ocorrências nos próximos dias, deixam os produtores na expectativa de um clima favorável ao cultivo da oleaginosa, que inicia em outubro.

     

    TRIGO: Venda líquida semanal dos EUA fica em 406.000 toneladas em 2023/24

    As vendas líquidas norte-americanas de trigo, referentes à temporada comercial 2023/24, que tem início em 1o de junho, ficaram em 406.000 toneladas na semana encerrada em 17 de agosto. A China liderou as importações, com 94.300 toneladas. Analistas esperavam exportações entre 250 mil e 500 mil toneladas. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

     

    MILHO: Vendas semanais dos EUA ficam em 673.500 de toneladas em 2023/24

    As vendas líquidas norte-americanas de milho para a temporada comercial 2022/23, que tem início no dia 1o de setembro, ficaram negativas em 22.700 toneladas na semana encerrada em 17 de agosto. O Japão liderou as compras, com 43.100 toneladas. Para a temporada 2023/24, foram 673,5 mil toneladas. Analistas esperavam exportações entre 200 mil e 1 milhão de toneladas, somando-se as duas temporadas. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

     

    SOJA: Vendas líquidas semanais dos EUA ficam em 1.218.200 toneladas em 2023/24

    As exportações líquidas norte-americanas de soja, referentes à temporada 2022/23, com início em 1º de setembro, ficaram em 364.900 toneladas na semana encerrada em 17 de agosto. A Alemanha liderou as importações, com 142.200 toneladas. Para a temporada 2023/24, foram mais 1.218.200 toneladas. Analistas esperavam exportações entre 550 mil e 1,4 milhão de toneladas, somando-se as duas temporadas. As informações foram divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).