John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    VOCÊ CONECTADO: Fique ligado nas notícias do dia (29/8)

    Conecta traz um resumo dos principais fatos e acontecimentos que impactam o agronegócio no Brasil e no mundo para que o produtor rural termine o dia bem informado
    Rafael De Marco
    Arquivo
    Arquivo

    Tags:

    Agronegócio

    CARNE BOVINA: Cotações do bezerro tem queda de 20,89% no acumulado de 2023 em MT, diz Imea

    Com a grande oferta, as cotações do bezerro de ano retornam para os patamares de 2020. O bezerro de ano (7 arrobas) vem sendo pressionado ao longo de 2023 e está na média de R$ 1.800,53 por cabeça em agosto/23 (até o dia 25/08), o que representa queda de 20,89% quando comparado ao preço médio de janeiro/23. Essa é a maior desvalorização já registrada para o período (agosto ante a janeiro). Assim, o preço do bezerro retorna aos patamares de 2020, no qual a média de agosto/20 foi de R$ 1.883,87 por cabeça. Essa retração da reposição pressiona a margem da cria e faz com que grande parte dos pecuaristas intensifique o envio de matrizes para o abate para gerar caixa. Desse modo, o acumulado de abates de fêmeas entre janeiro/23 e julho/23 chegou a 1,69 milhão de cabeças, volume 34,98% maior que o do mesmo período de 2022.

     

    FERTILIZANTES: Line-up aponta importação de 4,353 milhões de toneladas

    De acordo com levantamento realizado pela agência marítima Williams Brasil, foi agendada a importação de 4,353 milhões de toneladas no período de 1º a 28 de agosto. Pelo porto de Paranaguá (PR) deve ser desembarcada a maior parte (1,029 milhão de toneladas). Depois aparece o porto de Santos (RS), com 841,092 mil toneladas. Em terceiro lugar vem o porto de São Luis (MA), com 694,3 mil toneladas. O relatório da agência leva em conta as embarcações já ancoradas, as que estão em largo esperando atracação e ainda as com previsão de chegada até o dia 06 de outubro.

     

    CARNES: Arroba bovina tem retração de 20,26% no acumulado de 2023 em MT

    As cotações do boi gordo têm sido fortemente pressionadas ao longo de 2023. Assim, a arroba do boi, que foi cotada pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) na média de R$ 246,40 por arroba em janeiro/23, caiu para R$ 196,48 por arroba em agosto/23 (parcial até 25/08), o que representou retração de 20,26% nesse comparativo, sendo a maior desvalorização para o período na série histórica. Esse cenário de forte pressão sobre os preços em Mato Grosso está sendo ocasionado pela oferta de animais disponíveis para abate, que tem suprido a necessidade das indústrias e gerado excedente, o que proporciona o alongamento as escalas de abate.

     

    AGRICULTURA: Ucrânia segue sendo um dos principais exportadores com destino à EU

    Apesar da guerra, a Ucrânia continua a ser o terceiro mais importante exportador de produtos agrícolas para a União Europeia (UE) e ocupa o 14o lugar entre os mais importantes importadores de produtos agrícolas europeus, de acordo com o resumo estatístico do comércio agrícola da EU, publicado no site da Comissão Europeia. Conforme observado, as exportações agrícolas ucranianas para a União Europeia aumentaram de 6,927 bilhões de euros em 2021 para 13,206 bilhões de euros em 2022. No período entre janeiro e maio de 2023, o aumento das importações agrícolas da Ucrânia para a União Europeia cresceu 60% em comparação com ao mesmo período em 2022 - de 3,53 bilhões de euros para 5,646 bilhões de euros.

     

    CARNES: Com novo caso em Santa Catarina, focos de gripe aviária no Brasil chegam a 86

    Até às 13h de hoje, o painel de dados para consulta online disponibilizado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) contabilizava 86 focos de influenza aviária de alta patogenicidade (H5N1) desde a primeira confirmação, ocorrida em 15 de maio. São 84 casos em aves silvestres e dois em aves de subsistência. Outros cinco casos estão sendo investigados. O Espírito Santo segue com 29 casos, sendo 28 em aves selvagens e um em ave de fundo de quintal. O Rio de Janeiro conta com 16 focos em aves selvagens. São Paulo soma 14 casos confirmados. O Paraná possui 12 focos da doença. A Bahia segue com quatro ocorrências. Santa Catarina registrou um novo foco e atinge 10 casos, sendo nove em aves selvagens e um em ave de fundo de quintal. O Rio Grande do Sul continua com um caso registrado. Do número total de focos confirmados até agora no Brasil, todos foram considerados encerrados. O Brasil permanece com status de livre da influenza aviária de alta patogenicidade segundo a Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA) já que nenhum caso foi identificado em aves comerciais, do setor produtivo.

     

    TRIGO: Line-up projeta embarques de 7,749 milhões de toneladas pelo Brasil em agosto

    O line-up, a programação de embarques nos portos brasileiros, projeta a exportação de 7,749 milhões de toneladas de soja em grão para agosto, conforme levantamento realizado por SAFRAS & Mercado. O volume já embarcado no mês soma 6,735 milhões de toneladas. No mesmo mês do ano passado, exportações somaram 5,056 milhões de toneladas segundo estimativa. Em julho, foram 8,637 mil toneladas. Para setembro, são previstas 6,842 milhão de toneladas. De janeiro a agosto, o line-up projeta o embarque de 81,665 milhões de toneladas. Em igual período do ano passado, foram embarcadas 66,411 milhões de toneladas. A Secretaria do Comércio Exterior (Secex) indica o embarque no período em 77,843 milhões de toneladas.

     

    SOJA: ANEC aponta embarque de 7,374 milhões de toneladas em agosto

    As exportações brasileiras de soja em grão deverão ficar em 7,374 milhões de toneladas em agosto, conforme levantamento semanal da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (ANEC). Em agosto do ano passado, as exportações ficaram em 5,050 milhões de toneladas. Em julho, o país embarcou 8,640 milhões de toneladas. Na semana encerrada dia 26 de agosto, o Brasil embarcou 1,437 milhão de toneladas. Para o período entre 27 de agosto e 2 de setembro, a ANEC indica a exportação de 2,040 milhões de toneladas. Para o farelo de soja, a previsão é de embarques de 1,926 milhão de toneladas em agosto. No mesmo mês do ano passado, o total exportado foi de 1,692 milhões de toneladas. Em julho, ficou em 2,132 milhões de toneladas. Na semana passada, as exportações ficaram em 496,361 mil toneladas e a previsão para esta semana é de 328,326 mil toneladas.

     

    TRIGO: Brasil deve exportar 52 mil toneladas em agosto

    O Brasil deve exportar 52 mil toneladas de trigo em agosto. Segundo a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (ANEC), em julho, foram 70,38 mil toneladas. Em agosto do ano passado, não houve exportação de trigo. No acumulado de 2023, são 2,456 milhões de toneladas, contra 3,201 milhões no ano passado. Na semana encerrada em 26 de agosto, foram embarcadas 27 mil toneladas. Para esta semana, que se encerra em 2 de setembro, não há previsão de embarques.