John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    VOCÊ CONECTADO: Fique ligado nas notícias do dia (3/11)

    Conecta traz um resumo dos principais fatos e acontecimentos que impactam o agronegócio no Brasil e no mundo para que o produtor rural termine o dia bem informado
    Rafael De Marco
    Arquivo
    Arquivo

    Tags:

    Agronegócio

    FEIJÃO: Bons preços e menores custos favorecem aumento de área no Brasil

    Com preços atraentes e redução nos custos, os produtores brasileiros devem aumentar a área plantada com feijão preto em mais de 12%. Segundo dados de SAFRAS & Mercado, devem ser 396,17 mil hectares em 2023/24, contra 352,39 mil no ano anterior. A produção deve chegar a 639,7 mil toneladas. O analista e consultor da SAFRAS & Mercado, Evandro Oliveira, explica que a redução dos custos, esperada há muito tempo, e a maior rentabilidade, impulsionados pela alta significativa dos preços, são os principais fatores que incentivam o incremento de área. Os produtores estão preocupados com o excesso de chuvas na Região Sul do país, e buscam compensar possíveis perdas de produtividade. De acordo com Oliveira, o salto na produção leva em conta a possível recuperação das produtividades médias nos estados do Centro-Oeste e Sudeste do país. A expectativa é de que o Paraná lidere a produção, com 452,13 mil hectares na safra 2023/24, seguido por Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com 98,76 mil hectares e 60,34 mil hectares, respectivamente.

     

    MILHO: Line-up prevê embarques de 8,741 milhões de toneladas pelo Brasil em novembro

    O line-up, a programação de embarques nos portos brasileiros, indicou que poderão ser exportadas 8,741 milhões de toneladas de milho em novembro, conforme levantamento de SAFRAS & Mercado. Para dezembro estão programados embarques de 863,25 mil toneladas de milho. Entre fevereiro/23 e janeiro/24, o line-up sinaliza embarques acumulados de 46,781 milhões de toneladas do cereal.

     

    TRIGO: Outubro termina com chuvas, mas granizo causa danos sérios – BCR

    As chuvas chegaram no final de outubro à região central da Argentina, aliviando a condição das plantações de trigo, embora também tenha havido granizo e danos, explicou a Bolsa de Comércio de Rosario. Em relação aos rendimentos, no centro-sul de Santa Fé, onde estão localizados os campos em piores condições, em Carlos Pellegrini, espera-se uma média de apenas 12 quilos por hectare. Na região de Gálvez, por outro lado, as chuvas podem fazer com que a colheita atinja 30 quilos por hectare. No sudeste de Córdoba, Marcos Juárez estima 20 quilos por hectare. Em Viamonte, a água chegou tarde para reverter a situação de seca e, além disso, algumas áreas foram duramente afetadas pelas últimas geadas. No noroeste da província de Buenos Aires, estima-se que a média fique em torno de 20 quilos por hectare. Na região nordeste de Buenos Aires, nos arredores de Ferre, Zarasa e El Ortondo, o efeito da falta de água se somou às geadas e entre 15% a 20% das plantações foram perdidas. As plantações que estão em boas condições podem atingir uma média de 25 quilos por hectare.

     

    MILHO: Plantio da safra 2023/24 atinge 24% na Argentina

    Levantamento semanal divulgado ontem (2) pelo Ministério da Economia da Argentina, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, indicou que o plantio de milho da safra 2023/24 atingiu 24% da área total prevista de 10,366 milhões de hectares. De acordo com o Ministério, na semana anterior a semeadura estava em 20%. No mesmo período do ano passado, o plantio atingia 23% dos 10,533 milhões de hectares cultivados na temporada 2022/23.

     

    ARROZ: Plantio da safra 2023/24 atinge 89% da área na Argentina

    Levantamento semanal divulgado ontem (2) pelo Ministério da Economia da Argentina, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, indicou que o plantio de arroz da safra 2023/24 atingiu 89% da área total prevista de 184,170 mil hectares. De acordo com o Ministério, na semana anterior a semeadura estava em 76%. No mesmo período do ano passado, o plantio atingia 84% dos 193,780 mil hectares cultivados na temporada 2022/23.

     

    CARNES: Mapa divulga nota de esclarecimento sobre casos de influenza aviária em mamíferos marinhos no Sul do Brasil

    Referente a matérias publicadas recentemente quanto à influenza aviária em mamíferos marinhos, o Mapa, em nota de esclarecimento, informa que até o momento o RS possui 3 focos confirmados, nos municípios de Rio Grande, Santa Vitória do Palmar e Torres, com 63 casos, sendo a maioria (50) de animais encontrados já mortos na Praia do Hermenegildo, em Santa Vitória do Palmar. O estado de Santa Catarina teve um foco confirmado, com apenas um caso. O Mapa esclarece que o critério de diagnóstico clínico-epidemiológico é um procedimento previsto em normas e manuais oficiais, utilizado mundialmente em situações de epidemia Após a confirmação laboratorial dos primeiros casos de doença em determinada espécie animal e em determinada área geográfica, os demais casos podem ser confirmados por critério clínico-epidemiológico. Somente quando novos casos em novas espécies animais ou novas áreas geográficas distintas são detectados é que a confirmação laboratorial é novamente exigida. O mais importante no momento é a correta destinação das carcaças dos animais, reduzindo as possibilidades de contaminação do meio ambiente, das pessoas e de animais suscetíveis. A infecção em humanos é rara, mas as autoridades pedem que as pessoas não toquem e nem se aproximem de animais mortos ou doentes. Não há risco no consumo de carnes e ovos de aves ou qualquer produto de origem animal inspecionado. Com informações do Mapa.

     

    AGRONEGÓCIO: Brasil e India trabalharão no melhoramento genético da pecuária leiteira

    Na sequência de reuniões bilaterais da comitiva do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) na India, o ministro Carlos Fávaro esteve com o ministro da Pesca, Pecuária e Lácteos da India, Parshottam Rupala, e toda sua equipe ministerial em reunião na noite desta quinta-feira (2), em Nova Delhi. Um dos principais temas tratados na reunião bilateral foi a pecuária leiteira. O Brasil, que há décadas buscou a parceria da India na melhoria genética de seu rebanho, especificamente na raça Zebu, agora poderá retribuir a contribuição na cooperação técnica para melhoramento genético da raça girolando. Além da parceria para melhoramento genético, também foram discutidos durante a reunião as cooperações científicas com instituições de ensino superior na capacitação profissional. Força-tarefa Entre os assuntos tratados, a formação de uma espécie de força-tarefa entre as equipes de ambos os ministérios foi apresentada para agilizar as demandas consideradas prioritárias por Brasil e India. O grupo deverá analisar as demandas pendentes e o andamento dos acordos e cooperações já formadas entre os países no que diz respeito ao setor. A ideia é acelerar as negociações que podem resultar em abertura de novos mercados ainda neste ano. Com informações do Mapa.

     

    AGROPECUÁRIA: Publicado decreto que prevê desenvolvimento do setor no Matopiba

    O governo federal editou o Decreto nº 11.767, publicado nesta sexta-feira (03/11) no Diário Oficial da União, que institui o comitê gestor responsável por elaborar o Plano de Desenvolvimento Agropecuário e Agroindustrial do Matopiba. A iniciativa tem como foco promover e coordenar políticas públicas voltadas ao desenvolvimento econômico, ambiental e social sustentável, para melhoria da qualidade de vida da população. A região do Matopiba abrange microrregiões geográficas nas áreas majoritariamente de cerrado na fronteira de Bahia, Maranhão, Tocantins e Piauí. O objetivo é orientar programas, projetos e ações federais relativos às atividades agrícolas, pecuárias e agroindustriais a serem implementados na área de abrangência da região e promover a harmonização dessas iniciativas. As seguintes diretrizes serão observadas:

    * Desenvolvimento agropecuário com base na sustentabilidade agroambiental e gestão territorial

    * Aumento da eficiência da infraestrutura logística

    * Ampliação e fortalecimento da agricultura, pecuária e agroindústria familiar, por meio da implementação de instrumentos de fomento e financiamento que promovam a melhoria da renda, do emprego e da qualificação profissional de produtores rurais e empreendedores agroindustriais.

     

    TRIGO: USDA estima que Canadá deve produzir 31,058 milhões de toneladas em 2023/24

    O Canadá deve produzir 31,058 milhões de toneladas em 2023/24. Segundo adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), em 22/23, foram 34,335 milhões de toneladas. As exportações do país são projetadas em 22 milhões de toneladas, contra 25,292 milhões no ano anterior. O consumo do país é estimado em 9,75 milhões de toneladas. Os estoques ao início de 23/24 são estimados em 3,658 milhões toneladas. Os estoques finais são projetados em 3,516 milhões de toneladas na temporada.

     

    OLEAGINOSAS: Óleo vegetal deve ter déficit mundial em 2024, aponta analista

    Devido ao impacto do fenômeno climático El Niño, é altamente provável que ocorra um déficit global na oferta de óleo vegetal no próximo ano. A afirmação é do analista Thomas Mielke, em entrevista à Agência Reuters nesta sexta-feira. De acordo com suas projeções, a demanda global é esperada para aumentar em 5,6 milhões de toneladas durante a temporada 2023/24. As informações são da Reuters.