John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    VOCÊ CONECTADO: Fique ligado nas notícias do dia (6/11)

    Conecta traz um resumo dos principais fatos e acontecimentos que impactam o agronegócio no Brasil e no mundo para que o produtor rural termine o dia bem informado
    Rafael De Marco
    Arquivo
    Arquivo

    Tags:

    Agronegócio

    TRIGO: Conab realiza mais um leilão para apoio ao escoamento nesta terça-feira

    A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realiza, nesta terça-feira (7), um novo leilão para apoio ao escoamento de trigo. Na oportunidade serão ofertadas 175,05 mil toneladas para o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) e outras 154,8 mil toneladas para o Prêmio para Escoamento de Produto (PEP). A operação será realizada por meio do Sistema de Comercialização Eletrônica (Siscoe) da própria companhia. Poderão participar do Pepro produtores rurais e suas cooperativas da Bahia, de Goiás, do Distrito Federal, de Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais, do Paraná, do Rio Grande do Sul, de São Paulo e de Santa Catarina. Já o PEP é destinado às indústrias moageiras de trigo e aos comerciantes de cereais dos mesmos estados. Os participantes deverão estar inscritos na Bolsa de Mercadorias pela qual pretendem atuar e em situação regular perante o Sistema de Registro e Controle de Inadimplentes da Conab e o Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican) da Conab, além de possuir cadastro em situação regular no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf), como também perante ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin), entre outras exigências previstas nos editais. A ação foi autorizada pela Portaria Interministerial dos ministérios da Agricultura e Pecuária, da Fazenda, do Planejamento e Orçamento e do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar n.º 12/2023, de 5 de outubro de 2023, que definiu um volume de recursos de até R$ 400 milhões para escoamento do produto em grão da safra 2023/2024 para fora dos estados de origem da produção. No caso do PEP, as indústrias moageiras e comerciantes de cereais recebem o prêmio após comprovar a compra do produto pelo preço mínimo, constante da tabela anexa à Portaria nº 6, de 28 de abril de 2023, do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, e o escoamento para os destinos permitidos. Já no Pepro, o prêmio é ofertado ao produtor ou cooperativa que efetue a venda do produto pela diferença entre o preço mínimo e o valor do Prêmio Equalizador arrematado, e comprove o escoamento nas condições previstas no Aviso.

     

    SOJA: Inspeção de exportação dos EUA atinge 2.085.419 toneladas

    As inspeções de exportação norte-americana de soja chegaram a 2.085.419 toneladas na semana encerrada no dia 2 de novembro, conforme relatório semanal divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Na semana anterior, as inspeções de exportação de soja haviam atingido 2.050.407 toneladas. Em igual período do ano passado, o total inspecionado fora de 2.608.432 toneladas. No acumulado do ano-safra, iniciado em 1o de setembro, as inspeções somam 12.198.002 toneladas, contra 12.835.038 toneladas no acumulado do ano-safra anterior.

     

    CARNES: Com dois novos focos em SP, focos de gripe aviária no Brasil chegam a 139

    Até às 13h de hoje, o painel de dados para consulta online disponibilizado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) contabilizava 139 focos de influenza aviária de alta patogenicidade (H5N1) desde a primeira confirmação, ocorrida em 15 de maio. São 136 casos em aves silvestres e três em aves de subsistência. Outros 20 casos estão sendo investigados. O Espírito Santo registrou 31 casos, sendo 30 em aves selvagens e um em ave de fundo de quintal. O Rio de Janeiro contabiliza 22 focos em aves selvagens. São Paulo teve dois novos focos e agora possui 44 casos confirmados. O Paraná possui 12 focos da doença. A Bahia segue com quatro ocorrências. Santa Catarina registra 19 casos, sendo 17 em aves selvagens, um em ave de fundo de quintal e um em um mamífero marinho. O Rio Grande do Sul possui cinco focos da doença, sendo dois em aves selvagens e três em mamíferos marinhos. O Mato Grosso do Sul, por sua vez, possui um foco da doença em uma ave de fundo de quintal. O Mapa segue alertando a população para que não recolham as aves que encontrarem doentes ou mortas e acionem o serviço veterinário mais próximo para evitar que a doença se espalhe. O Brasil permanece com status de livre da influenza aviária de alta patogenicidade segundo a Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA) já que nenhum caso foi identificado em aves comerciais, do setor produtivo.

     

    MILHO: Inspeção de exportação dos EUA soma 535.191 toneladas

    As inspeções de exportação norte-americana de milho chegaram a 535.191 toneladas na semana encerrada no dia 2 de novembro, conforme relatório semanal divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Na semana anterior, haviam atingido 540.785 toneladas. Em igual período do ano passado, o total inspecionado foi de 254.288 toneladas. No acumulado do ano-safra, iniciado em 1o de setembro, as inspeções somam 5.489.532 toneladas, contra 4.470.443 toneladas no acumulado do ano-safra anterior.

     

    TRIGO: Inspeções de exportação dos EUA atingem 71.608 toneladas

    As inspeções de exportação norte-americana de trigo chegaram a 71.608 toneladas na semana encerrada no dia 2 de novembro, conforme relatório semanal divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Na semana anterior, as inspeções de exportação de trigo haviam atingido 198.298 toneladas. Em igual período do ano passado, o total inspecionado fora de 181.989 toneladas. No acumulado do ano-safra, iniciado em 1o de junho, as inspeções somam 7.193.953 toneladas, contra 9.829.109 toneladas no acumulado do ano-safra anterior.

     

    CARNE BOVINA: Exportações da Argentina caem 25% em setembro ante agosto

    Em setembro, o volume exportado de carne bovina argentina foi de 49.439 toneladas peso do produto (tn pp), o que significou uma queda de 9,3% em relação ao mesmo período do ano passado e de 25% ante agosto, informou a Câmara de Indústria e Comércio de Carnes e Derivados da República Argentina (CICCRA). As receitas totais foram equivalentes a US$ 199,0 milhões, 21,5% inferiores às do mês anterior e 35,0% inferiores frente as geradas em setembro do ano passado. Em outubro, o preço médio do gado em pé vendido no mercado de Cañuelas registrou um aumento de 22,4% e ficou em US$ 779,7 por quilo vivo. Com este valor, nos últimos quatro meses, o quilo vivo acumulou um aumento de 127,9% e, nos últimos doze meses, a taxa de crescimento foi superior ao nível geral dos preços no atacado pela primeira vez em quatorze meses (209,9% vs. 153,7%).

     

    SOJA: USDA deve cortar estimativa para safra dos Estados Unidos em 2023/24

    O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deverá reduzir a sua estimativa para a safra norte-americana de soja em 2023/24, no relatório de novembro. Os números serão divulgados na quinta, às 14h. Os estoques finais deverão ser elevados. Analistas consultados pelas agências internacionais apostam em estoques americanos de 221 milhões de bushels em 2023/24. Em outubro, a previsão ficou em 220 milhões de bushels. A safra americana deverá ser indicada em 4,098 bilhões de bushels para 2023/24, contra 4,104 bilhões apontados em outubro. No ano passado, a safra ficou em 4,270 bilhões. Em relação ao quadro de oferta e demanda mundial da soja, o mercado aposta em estoques finais 2022/23 de 102 milhões de toneladas, contra 101,9 milhões indicados em outubro. Para 2023/24, a estimativa do mercado é de 115,6 milhões, o mesmo número do relatório anterior.

     

    CÂMBIO: SAFRAS mantém projeção de dólar para o final do ano em R$ 4,90

    A projeção de SAFRAS & Mercado para o câmbio no final de 2023 foi mantida em R$ 4,90. A expectativa do mercado financeiro para a taxa de câmbio no final de 2023 foi mantida em R$ 5,00, assim como a mediana no final de 2024 que foi mantida em R$ 5,05, no Boletim Focus, divulgado ontem pelo Banco Central (BC). "A moeda brasileira apresentou forte valorização na última semana e voltou a cotar abaixo dos R$ 4,90/US$, como projetamos como cotação justa para a atual situação doméstica brasileira", informa SAFRAS em publicação. "A ajuda para a valorização do real veio de fora. A manutenção da taxa de juros americana em 5,25% e 5,50% e a comunicação do Fed em um tom mais neutro ajudaram as moedas emergentes a se valorizarem". O cenário de SAFRAS para a taxa de juros americana é de que chegou-se ao fim do ajuste monetário, e esta será mantida até meados do ano que vem, quando começaria o processo de afrouxamento monetário. "O dado recente de criação de vagas de trabalho nos Estados Unidos colabora com nosso cenário de manutenção dos juros americanos. O número de payroll veio abaixo do esperado pelo mercado (criação de 150 mil vagas, versus 180 mil vagas que eram esperadas pelos agentes do mercado)".

     

    GRÃOS: Países da UE formarão corredor de transporte multimodal entre Ásia e Europa

    Na 12a reunião de ministros dos Transportes da Organização para a Cooperação Econômica, os ministros assinaram o Protocolo da Reunião Multilateral dos ministérios relevantes no campo dos transportes do Uzbequistão, Turcomenistão, Irã e Turquia, referente à formação de um corredor multimodal entre a Ásia e a Europa através da rota. O protocolo assinado prevê organização de transporte de carga dos países da região da Ásia-Pacífico para os países da União Europeia através dos territórios do Uzbequistão, Turcomenistão, Irã e Turquia. Tarifas competitivas serão aplicadas, além de condições favoráveis para a criação de transporte de carga pelas ferrovias dos países. Por fim, serão adotadas medidas conjuntas para a unificação de normas regulatórias e técnicas na organização de transporte de carga ao longo da rota.

     

    CAFÉ: Indicador de preços da OIC caiu 0,8% em outubro

    O indicador de preços composto da Organização Internacional do Café (OIC) caiu 0,8% em outubro, para 151,94 centavos de dólar por libra-peso, na comparação com setembro (153,13 centavos). Em seu relatório mensal de acompanhamento do mercado, a OIC destacou que o indicador teve média de 151,58 centavos no mês passando, flutuando entre 145,99 e 160,09 centavos. Ao mesmo tempo, os estoques certificados de café da Bolsa de Nova York (arábica) e Londres (robusta) caíram. Na última, os estoques de café robusta diminuíram 7,9%, totalizando 670 mil sacas de 60 quilos no final de outubro. Já os estoques de café arábica da Bolsa de NY caíram 10,7% entre setembro e outubro, totalizando 440 mil sacas, menor nível desde outubro de 2022. Em setembro, as exportações de café verde dos países-membros da OIC atingiram 7,8 milhões de sacas, ante 8,83 milhões no mesmo mês de 2022, uma queda de 11,6%.

     

    FERTILIZANTES: Cerca de 300 mil toneladas estão paradas em navios aguardando documentação na Argentina

    O mercado de fertilizantes argentino está passando pelo pior momento de restrições de Siras, o instrumento de importação, pagamentos e todos os tipos de obstáculos para importações. De acordo com o relatório da Ingeniería en Fertilizantes (IF), há cerca de 300.000 toneladas de mercadorias em navios aguardando a documentação para poder entrar nos portos e serem nacionalizadas. Com a chegada das chuvas, houve um aumento na demanda, especialmente na região norte, principalmente em Córdoba, e focada em fertilizantes fosfatados para a safra de grãos. Praticamente os importadores estão fora do mercado, tanto para os fosfatados como para os nitrogenados, e com essas chuvas, a demanda começa a se desenvolver. Isso fez com que as poucas ofertas aumentassem seus preços entre 20 pesos e 50 pesos na semana, completamente descolados do mercado internacional (que está mais inclinado para a baixa na ureia e estável nos fosfatados), explicou o relatório. Os especialistas explicam que, mesmo que as 300.000 toneladas de fertilizantes aguardando documentação entrem normalmente, não seria suficiente para atender à demanda de um ano normal de cultivo de grãos. Além disso, as perspectivas de novos navios com um carregamento estimado de novembro de 420.000 toneladas e as novas vendas por parte dos negociantes para a Argentina não são muito promissoras. Esse valor representa uma queda de 10% em relação a outubro, mas um aumento de 60% em comparação com novembro de 2022. Esse aumento abrupto em relação ao ano anterior se deve à presença de entre 10 e 15 navios que estão aguardando para descarregar, principalmente no porto de San Nicolas.