Oficina mecânica é lugar de mulheres, sim senhor!

Concessionária Real Máquinas contrata três jovens e muda rumo de sua própria história

Diversidade

img-news

Oficina mecânica sempre foi, historicamente, um ambiente masculino. Dificilmente, no passado, uma cliente se sentiria confortável em um estabelecimento desse ramo em qualquer canto do País. Na indústria também os homens sempre prevaleceram nesses setores, gerando incômodo em mulheres que a cada dia se perguntam mais e mais: por que não?

 

Ao questionarem os padrões estabelecidos, elas foram chacoalhando os antigos valores e ocupando seus espaços. Isso não quer dizer que ainda não provoquem desconfiança ou desconforto em alguns, o que se torna mais inadmissível quando nos damos conta que já estamos na segunda década do século 21.

 

Na Real Máquinas, concessionária John Deere em Mineiros (GO), há três dessas mulheres que ligam pouco, ou quase nada, para a opinião alheia em relação ao trabalho desenvolvido. Rafaela, Morgana e Raquelaine, nascidas na mesma cidade e com idade entre 22 e 23 anos quando iniciaram na empresa, seguem em frente com seus macacões verdes na oficina mecânica da concessionária. Elas entraram na Real Máquinas por meio do Programa de Jovens Aprendizes, realizado pelo Senai em parceria com a Atvos, empresa de energia limpa e renovável cliente da John Deere. A boa performance das três jovens foram fundamentais para a posterior contratação como Técnicas da categoria E.

 

RAFAELA