John Deere concorre ao AgTech Garage Awards 2021

Vencedor será escolhido pelo voto popular, durante o AgTech Meeting, evento ao vivo e on-line que será realizado no dia 27 de agosto

Inovação

img-news
A John Deere é finalista do AgTech Garage Awards 2021. Em sua primeira edição, o prêmio vai escolher a empresa parceira do hub com o case de inovação aberta de maior impacto para o ecossistema do agronegócio. O vencedor será escolhido pelo voto popular, ao vivo e on-line durante o AgTech Meeting, no dia 27 de agosto.

O AgTech Garage Awards 2021 recebeu 29 inscrições e a John Deere chega à final com o projeto Suporte às Decisões Agronômicas. Seus concorrentes são os cases da Sumitomo Chemical (Pagamentos por Serviços Ambientais – PSA Soja Brasil) e Sicredi (Parceria Elysios e Sicredi Serrana por meio do Intensive Connection).

O vencedor receberá o troféu Coral do AgTech Garage Awards, simbolizando e reconhecendo a importância desse projeto para o futuro da inovação aberta no ecossistema do agronegócio. O projeto campeão será aquele com potencial para impactar junto a empreendedores, instituições, governos, investidores, entre outros players do mercado, trazendo soluções transformadoras para o futuro da cadeia de valor agroalimentar mundial.

O projeto de inovação aberta apresentado pela John Deere tem como objetivo dar suporte às decisões agronômicas dos produtores no campo. Foi desenvolvido em parceria com a startup DataFarm e teve origem em três desafios da companhia. Confira:

1 - Ajudar o cliente a entender e quantificar as perdas de produtividade que ocorrem durante o ciclo agrícola
2 - Desenvolver um modelo de negócio para trabalhar parcerias ganha-ganha entre a empresa, os concessionários e startups
3 - Promover o uso de dados conectados à plataforma Operations Center da John Deere, gerando o máximo proveito para o produtor rural na tomada de decisões

Com seus parceiros, a John Deere desenvolveu um novo modelo de negócios. Por meio da ferramenta YieldGap, a DataFarm está quantificando as perdas de produtividade relacionadas ao clima, solo e manejo nas fazendas dos clientes da John Deere. Com a integração dessas informações ao Operations Center, é possível enviar prescrições diretamente para as máquinas, ao importar mapas de plantio, colheita e aplicação de insumos.
O projeto da John Deere também teve participação da cooperativa Copasul e tem a parceria do Instituto Brasileiro de Análises (IBRA), na realização de análises agronômicas e logística de envio de amostras. Na medição do carbono no solo, a tecnologia usada é a SpecSolo, desenvolvida pela Embrapa.

Kieran Gartlan, diretor do The Yield Lab no Brasil e membro do comitê de pré-seleção do AgTech Garage Awards 2021, considera o case da John Deere um excelente exemplo do poder da inovação em rede, na medida em que envolve uma grande empresa, seus concessionários e ainda os produtores rurais.

“Por não acompanhar direito a produtividade da safra, muitas vezes o pequeno produtor acaba tendo prejuízo e ainda corre o risco de repetir seus erros. O fato de a John Deere engajar toda a sua rede de concessionárias no processo de acompanhar esse produtor ajuda a evitar o problema e aproxima muito o cliente durante a safra, e não apenas na hora de vender máquinas”, afirma Gartlan.

SOBRE O AGTECH MEETING
O evento exclusivo para a comunidade AgTech Garage teve suas primeiras edições realizadas presencialmente no AgTech Garage, no Vale do Piracicaba, movimentando o ecossistema local. Essa será a segunda edição no formato online, ampliando o impacto e levando a experiência do hub físico para o Brasil e o mundo, contando com grandes nomes, referências no setor, com suas experiências práticas, conhecimento técnico e oportunidades de networking. O evento será de 25 a 27 de agosto, sempre a partir das 14h. Mais informações: https://www.agtechgarage.com/agtechmeeting2021/

____________________________________________________________

Os critérios de escolha dos finalistas foram baseados na forma como o projeto foi concebido, no nível de articulação que gerou no ecossistema, no desenho do modelo de negócios, grau de novidade da inovação, mudança cultural promovida na organização participante e, finalmente, nos impactos e resultados quantitativos e qualitativos gerados para o agronegócio.

“Esse prêmio tem grande valor para o AgTech Garage e para o setor do agronegócio como um todo porque inspira o ecossistema, traz novos atores para perto e mostra o poder da inovação aberta na prática. O feedback que tivemos dos parceiros durante todo o processo foi muito positivo e já pensamos, inclusive, em criar diferentes categorias para o prêmio no ano que vem”, diz José Tomé, CEO do AgTech Garage.
logo