John Deere convida startups para o Intensive Connection 2022

Líder mundial na fabricação de equipamentos agrícolas, empresa é Innovation Partner da AgTech Garage e investe na inovação em nome do desenvolvimento agro no Brasil e na América Latina

Inovação

img-news
“Digitalização no campo, uma visão 360º da operação agrícola”. Este é o tema da John Deere para o Intensive Connection 2022, programa de potencialização de startups voltadas para solução no Agronegócio, em parceria com a AgTech Garage.

Líder mundial na fabricação de equipamentos agrícolas, a John Deere investe pesado em tecnologia. No Brasil, não é diferente. Entre as ações voltadas para esse sentido estão o ingresso como Innovation Partner da AgTech Garage e o incentivo a startups por meio do Intensive Connection 2022.

“Somos uma empresa global, com 70 mil funcionários espalhados pelo mundo. Somente no Brasil, são seis fábricas. Estamos completando 185 anos e mesmo sendo uma empresa quase bicentenária, nossos valores nunca mudaram. E um deles é justamente inovação. Para nós, inovação é gerar valor compartilhado. Soluções para os nossos clientes e para os demais players envolvidos no agro. Por isso, convidamos as startups e se juntarem a John Deere nessa incrível jornada por esse ecossistema vivo e que tem um potencial incrível de mudar a indústria”, comenta Leandro Carrion, Gerente de Geração de Valor e Experiência do Cliente da John Deere.


ATENÇÃO: Para se inscrever no programa no tema estratégico da John Deere (Digitalização no campo, uma visão 360º da operação agrícola), as startups precisam acessar o site da AgTech Garage  (https://www.agtechgarage.com/ ) ou o link https://www.agtechgarage.com/intensive-connection/ até o dia 24 de fevereiro.

A John Deere vai selecionar cinco entre os projetos inscritos dentro da sua temática. Na primeira fase do Intensive Connection, ao todo, serão selecionadas 35 startups, que se apresentarão para um comitê formado pelos executivos das companhias. Esse comitê ficará encarregado de escolher as 14 vencedoras (duas por empresa), aptas a vivenciar uma jornada única de experiências e aprendizados com duração de seis meses. A lista de finalistas será divulgada em 23 de março. Já as vencedoras serão conhecidas no dia 7 de abril.

“Nosso desafio é apoiar os produtores que já adotaram o processo de digitalização e também aqueles de médio e pequeno porte que, naturalmente, acabam percorrendo um caminho mais longo nesse processo, tanto no Brasil como na América Latina. Nosso convite é para startups com propostas de soluções que olhem a digitalização de dentro da porteira das propriedades rurais e também para aspectos de fora da porteira. É isso que significa uma visão 360º da operação agrícola”, explica Emanuel Ritter, Líder de Inovação Aberta da John Deere.


Ritter explica que “todas as camadas da operação e o nosso desafio estão estruturados em três pilares. Queremos que as startups venham desenvolver conosco”. São eles:

- Otimização da logística, apoiando os produtores na evolução para uma gestão integrada.

“Logística é um grande desafio, uma unanimidade entre todos os produtores rurais no nosso país e na América Latina. Queremos desenvolver soluções junto com as startups que participarem conosco para otimizar a logística das propriedades agrícolas, ajudando os produtores a evoluir para uma gestão integrada. Significa atender os desafios dentro e fora da porteira. A preocupação se o insumo vai chegar a tempo, se o envio da produção ao mercado será dentro dos prazos, por exemplo. Também vamos auxiliá-lo a fazer a logística interna da propriedade de uma forma inteligente para garantir que a operação seja eficiente e produtiva”, afirma Ritter. 

- Impacto na produtividade, possibilitando ganhos mensuráveis de eficiência em aspectos operacionais e/ou agronômicos.