John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Tecnologia de Óculos "falante" promove inclusão de pessoas com deficiência

    OrCam MyEye é um dispositivo com câmera intuitiva que fotografa, escaneia e transforma textos de qualquer superfície em áudio, além de reconhecer rostos e produtos. Beneficia pessoas com deficiência visual, dislexia, TDAH, transtorno do espectro autista, Síndrome de Down, entre outros
    Rafael De Marco
    Créditos: Divulgação
    Créditos: Divulgação

    Tags:

    Inclusão

    Inovação

    Tecnologia

    De acordo com a Organização Mundial de Saúde, há mais de 250 milhões de pessoas com deficiência visual em todo o mundo. No Brasil, dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que essa população é de 582 mil cegos e 6 milhões de pessoas com baixa visão. E, em sua maioria, elas têm acesso mais restrito à educação, à cultura e ao mercado de trabalho. Para solucionar esse antigo problema, tecnologias que utilizam ferramentas como Inteligência Artificial permitiram a criação dos “óculos falante”. Trata-se de uma ferramenta com potencial enorme para tonar o ambiente nas empresas muito mais inclusivo.

    O Orcam MyEye é um dispositivo que consiste em uma câmera inteligente intuitiva que pesa apenas 22,5 g e mede 7,6 cm por 2,1 cm. Construído para se acoplar a qualquer tipo de armação de óculos, é capaz de detectar textos em português e inglês, seja em livros, revistas, jornais, cardápios, documentos, placas de ruas, textos no celular, tablets e computadores, embalagens, letreiros de lojas e placas indicativas, por exemplo. E não é preciso estar conectado à Internet para que ele funcione.

    Inclusão, liberdade e felicidade -  A empresa Mais Autonomia Tecnologia Assistiva é a representante exclusiva do OrCam MyEye no Brasil (o Orcam MyEye foi criado em Israel) e explica que a tecnologia traz respeito, inclusão, autonomia, liberdade e, consequentemente, felicidade a pessoas que convivem com limitações. Vale lembrar que, além dos cegos, indivíduos com problemas ligados a dislexia, transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), transtorno do espectro autista (TEA), Síndrome de Down, idosos com fadiga também podem se beneficiar dos óculos falantes.

    “Cerca de 80% das atividades que realizamos no dia a dia estão relacionadas à leitura. O OrCam MyEye proporciona, como ferramenta de visão artificial, o acesso à informação, esteja a pessoa onde estiver, e sem a necessidade de conexão à internet”, avalia Doron Sadka, diretor da Mais Autonomia, empresa que tem como missão disponibilizar no país o que existe de mais avançado no mundo para pessoas com deficiência.

    Leitura e muito mais -  Além da leitura de textos, o aparelho consegue ainda identificar cores e tonalidades, reconhecer pessoas e gêneros, rostos, informar a data e hora com um simples gesto de girar o pulso, valor de cédulas de dinheiro (reais, dólares e euro) e identificar produtos pelo código de barras. Após o reconhecimento, retransmite a informação discretamente no ouvido do usuário.
    Tecnologia de Óculos

    Sua velocidade pode ser controlada, possibilitando a leitura de 100 a 250 palavras por minuto. Também permite escolher entre voz masculina e feminina, tendo comandos para pausar, adiantar ou retroceder a leitura. Todas as funcionalidades são operacionais offline. Sucesso internacional e reconhecido como uma das 100 melhores inovações do mundo, a OrCam conta com ninguém menos que Lionel Messi como Embaixador.

    Mercado de trabalho - Sadka explica que o Orcam MyEye amplia as possibilidades dos deficientes visuais no mercado de trabalho, permitindo que ocupem funções até então desafiadoras e oferecendo mais independência. “Uma pessoa cega pode, com o uso do aparelho, trabalhar de maneira mais adaptada em diversas funções. Para o recepcionista de uma empresa, por exemplo, o dispositivo auxilia revelando quantas pessoas estão à sua frente, se são homens, mulheres, meninos, meninas ou crianças e, caso já seja alguém cadastrado, o aparelho informa o nome por meio da identificação memorizada”, completa.
    Tecnologia de Óculos
    O Orcam MyEye possibilita também o desenvolvimento de pessoas com analfabetismo. Inserido em bibliotecas, por exemplo, as transforma em 100% inclusivas. O dispositivo pode ser financiado em até 60 vezes pela linha de crédito do Governo Federal para tecnologias assistivas, através do Banco do Brasil.
    Com informações da Mais Autonomia Tecnologia Assistiva