John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Brasil e EUA se unem pela sustentabilidade na agropecuária

    Embrapa, USDA e Universidade da Flórida se reúnem no Rio Grande do Sul para discutir estratégias de pesquisa em parceria
    Rafael De Marco
    Arquivo
    Arquivo

    Tags:

    Sustentabilidade

    Um encontro bilateral em para discutir estratégias de pesquisa em parceria visando à sustentabilidade da agropecuária no Brasil e nos Estados Unidos. Esse é o ponto crucial da união entre Embrapa, USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e Universidade da Flórida (UF), que se reúnem, em Bagé (RS), na sede da Embrapa Pecuária Sul, no dia 18 de setembro.

     

    Embrapa, USDA e UF trabalham para promover a cooperação entre as instituições dos dois países em torno de temas de interesse mútuo, envolvendo estudos relacionados à adaptação às mudanças climáticas e à mitigação das emissões de gases de efeito estufa (GEE) na pecuária, por meio do desenvolvimento de práticas agrícolas sustentáveis que sejam viáveis no Brasil e nos EUA.

     

    FERTILIZE FOR LIFE

    Entre as estratégias debatidas estão a redução da dependência agrícola por fertilizantes, com foco tanto no desenvolvimento de produtos menos agressivos ao ambiente, como em processos de aumento do uso eficiente de nutrientes do solo usado na agropecuária.

     

    Estudos neste sentido já estão sendo desenvolvidos por meio de colaboração entre a Embrapa, a Universidade da Flórida, o Serviço de Pesquisa da USDA e o Centro Internacional de Desenvolvimento de Fertilizantes (IFDC). O projeto, intitulado Fertilize for Life (F4L), deve contar, inclusive, com financiamento do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) e de outras agências americanas.

     

    Brasil e EUA se unem pela sustentabilidade na agropecuária 1

    O evento contará com a presença do Conselheiro para Agricultura dos EUA e representante do USDA no Brasil, Michael Conlon, e da especialista em Agricultura do USDA na Embaixada Americana em Brasília, Carolina Castro, além do professor em Forrageiras e Ciências de Pastagens da UF, José Dubeux, que proferirá uma palestra sobre a iniciativa F4L, além de apresentar as principais pesquisas da UF envolvendo os tópicos de mudanças climáticas, mitigação e adaptação à emissão de gases de efeito estufa, com foco na pecuária, e sistemas de pastagens sustentáveis.

     

    “Ao se trabalhar estratégias conjuntas para tornar mais eficiente e sustentável as atividades agropecuárias, estamos buscando tornar os sistemas produtivos mais resilientes, atacando, por exemplo, o problema da emissão dos gases de efeito estufa, mas também é importante pensar que estas estratégias podem diminuir a dependência da importação de fertilizantes no Brasil e EUA”, destacou o coordenador do Labex (Laboratório da Embrapa no Exterior) nos EUA e pesquisador da Embrapa, Alexandre Varella.

     

    Com o encontro, espera-se a formação de um plano de trabalho para colaboração em pesquisa (projetos conjuntos, intercâmbio de pesquisadores e estudantes, eventos internacionais conjuntos) entre Embrapa e Universidade da Flórida. “A expectativa é de que, a partir dos debates e troca de informações científicas, possa haver um alinhamento para novas oportunidades de colaboração entre as Unidades da Embrapa e a UF no tema de adaptação às mudanças climáticas em sistemas pecuários a base de pastagens que são dominantes tanto no sul do Brasil, em parte do Cerrado brasileiro quanto na Flórida”, completou Varella.

     

    O público do evento é restrito a convidados e contará com a presença de pesquisadores, professores, cientistas, representantes das Unidades da Embrapa, das Universidades e de outros órgãos governamentais federais, estaduais e municipais, além de lideranças empresariais, jornalistas, órgãos de imprensa e outros grupos interessados no tema.

     

    Com informações da Embrapa