John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Desafio da ILPF para 2030

    Dedicar 35 milhões de hectares ao sistema de integração lavoura-pecuária-floresta no Brasil
    John Deere
    Desafio da ILPF para 2030
    Desafio da ILPF para 2030

    Tags:

    Ilpf

    Embrapa

    John Deere

    Sustentabilidade

    Tecnologia

    Renato Rodrigues, presidente do Conselho Gestor da Associação Rede ILPF, lançou um grande desafio durante a edição virtual do Santa Brígida Open Farm 2021: chegar em 2030 com 35 milhões de hectares dedicados ao sistema de integração lavoura-pecuária-floresta no Brasil. E garante ser uma meta realista, especialmente levando em consideração a vocação agrícola nacional e os benefícios provenientes dessa ação.

    “O sistema ILPF é uma tecnologia 100% brasileira, com DNA verde e amarelo, e desenvolvida pela Embrapa. Agrega uma série de benefícios ambientais, sociais e econômicos, pois é uma forma de produzir alimentos altamente democrática, pode ser adotada por qualquer produtor, em qualquer tamanho de propriedade, qualquer bioma e em vários formatos. Além disso, de maneira geral, aumenta a produtividade da fazenda, ao mesmo tempo em que agrega valor aos produtos”, avalia Rodrigues, que é doutor em Geociências e pesquisador da Embrapa Solos.
    Desafio da ILPF para 2030 1
    Renato Rodrigues, presidente do Conselho Gestor da Associação Rede ILPF
    Crédito foto: Rede ILPF

    EVOLUÇÃO DO ILPF
    A evolução do sistema ILPF no Brasil é outro ponto importante e ajuda a sustentar a meta de 35 milhões de hectares até 2030. O crescimento tem sido vertiginoso desde 2005, quando menos de 2 milhões de hectares eram dedicados a integração lavoura-pecuária-floresta. Em 2010 já eram 5 milhões de hectares, até o salto para os 17 milhões de hectares atuais. “Temos tecnologia. Temos terra. Temos o empreendedorismo do produtor. Temos a vontade do setor privado. E temos a pesquisa pública. Enfim, o Brasil tem todo o arcabouço necessário para atingir essa grande meta, revolucionando o campo e ofertar ao mundo um alimento de qualidade seguro e sustentável”, garante Rodrigues.

    ECOLOGIA
    O presidente do Conselho Gestor da Associação Rede ILPF cita ainda outro fator de fundamental importância. “A integração lavoura-pecuária-floresta tem papel de protagonista na mitigação das emissões de gases de efeito estufa. Não por acaso, faz parte da estratégia nacional de redução das emissões de gases de efeito estufa, dentro do plano de agricultura de baixa emissão de carbono”, explica.

    POTÊNCIA AGROAMBIENTAL
    A Associação Rede ILPF - formada pelas empresas Bradesco, Ceptis, Cocamar, John Deere, Soesp, Syngenta e Embrapa - vai seguir em frente com o trabalho de expansão do Agro brasileiro. “Queremos desenvolver sistemas que proporcionem um acréscimo de pelo menos 50% de produtividade no território nacional”, afirma ele, lembrando um dado alarmante. “A população mundial deve crescer 35% até 2025 e o desafio será como alimentar essas pessoas perante as mudanças climáticas. Toda essa demanda por alimentos traz uma enorme oportunidade para o Brasil se tornar, de fato, a primeira grande potência agroambiental do planeta.”

    HISTÓRICO DE SUCESSO
    A evolução da agricultura brasileira comprova o potencial de desenvolvimento, segundo Rodrigues. “O Brasil experimentou uma revolução na agricultura nos últimos 40 anos. Saímos de condições de produtividade muito baixas no final da década de 1970, quando a produção era de 40 milhões de toneladas de grãos em 40 milhões de hectares. Já na safra 2019/2020, produzimos quase 260 milhões de toneladas de grãos em 65 milhões de hectares. Obtivemos um aumento de área de apenas 60% para um aumento de produção de mais de 500% (exatos 545%)”, atesta.

    CRESCIMENTO E PRESERVAÇÃO
    Rodrigues complementa afirmando que a evolução tecnológica no campo poupou 200 milhões de hectares de vegetação de área de floresta nativa. Entenda a divisão das áreas segundo os dados mais recentes coletados pela Embrapa e agrupados neste infográfico:
    Desafio da ILPF para 2030 2