John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Embrapa atua no desenvolvimento sustentável da agropecuária

    Objetivo é investir em conhecimento e tecnologia para que produtores brasileiros sejam mais eficientes tanto no aproveitamento quanto na preservação dos recursos naturais
    Embrapa
    Embrapa atua no desenvolvimento sustentável da agropecuária
    Embrapa atua no desenvolvimento sustentável da agropecuária

    Tags:

    Embrapa

    Tecnologia

    Agropecuária

    Educação

    Sustentabilidade

    A Embrapa Agroindústria Tropical atua para a melhoria progressiva da eficiência dos recursos globais no consumo e na produção, com vistas a dissociar o crescimento econômico da degradação ambiental. O artigo “Produção e consumo sustentável: bem-estar, equidade social e equilíbrio ambiental” aborda o movimento da Embrapa no desenvolvimento sustentável das atividades agropecuárias.

    A busca desenfreada pelo crescimento resulta, muitas vezes, na exploração inconsequente dos recursos naturais, com efeitos negativos sobre a biodiversidade e o meio ambiente. Nesse contexto, o desenvolvimento de novas tecnologias que permitam mitigar esses efeitos é necessário. Dentre as iniciativas da Embrapa que implementam ferramentas de mitigação, destacam-se, por exemplo, os sistemas de produção sustentável, baseados em práticas agroecológicas e a contribuição na elaboração de políticas públicas para produção sustentável. 

    OS SISTEMAS DE PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL
    Os processos produtivos agropecuários convencionais se intensificaram. E os impactos ambientais negativos resultantes desse modelo produtivo sobre os ecossistemas naturais e sua capacidade de proporcionar serviços ecossistêmicos essenciais também. O surgimento de espécies invasoras para a agricultura e para outros ambientes naturais, mudanças na estrutura das cadeias alimentares e comprometimento da pesca são alguns dos impactos previstos. No entanto, esses sintomas podem ser reduzidos com a adoção de sistemas de produção sustentável. 

    A Embrapa, enquanto instituição pública, tem envidado esforços na busca de soluções tecnológicas, não apenas para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), mas também para manter a competitividade do país, em um mercado mais exigente em relação à sustentabilidade da produção.

    As soluções apresentadas pela Embrapa são, em sua maioria, práticas, e os processos agropecuários estão voltados para os seguintes aspectos: manejo do solo, desenvolvimento de cultivares em sistema orgânicos e agroecológicos, capacitações, zoneamento agroecológico e sistema de plantio direto. 

    AS AÇÕES PARA PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEL

    PROGRAMA SISTEMA DE PRODUÇÃO INTEGRADA - PI BRASIL
    Coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e com base tecnológica oriunda da Embrapa e parceiros do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária, o PI Brasil tem como foco a gestão dos processos produtivos, promovendo um alto nível de monitoramento de todas as etapas da produção, com rastreabilidade até os supermercados, gerando uma certificação denominada Brasil Certificado. 

    A certificação é realizada por empresas acreditadas pelo Inmetro, que seguem um protocolo específico, com normas técnicas adequadas a cada produto, incluindo Boas Práticas Agropecuárias, respeito à legislação ambiental, sanitária e trabalhista. 

    Adota o Manejo Integrado de Pragas (MIP) e a redução do uso de fertilizantes e defensivos. A Embrapa desenvolveu, ainda, sistemas de produção integrada para diversas culturas, como: coco, uva, manga, caju, feijão, morango, citros, maçã, entre outros.

    PROJETO BALDE CHEIO
    Trata-se de outro exemplo de ação voltada à implementação dos ODS na atividade agropecuária. O Balde Cheio promove o desenvolvimento sustentável da pecuária leiteira via transferência de tecnologia. Sua dinâmica consiste na capacitação de técnicos contratados por entidades parceiras para assistirem os produtores, como forma de incentivar o crescimento e a produtividade do setor, buscando modular os fatores de produção de acordo com a realidade de cada produtor. 

    Para conferir o artigo “Produção e consumo sustentável: bem-estar, equidade social e equilíbrio ambiental” na íntegra, acesse ou copie o link: