John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Energia solar vai reduzir despesas na Embrapa Acre

    Mini usina fotovoltaica tem capacidade para produzir em torno de 337.500 Kilowatts (kWh) por ano, o que vai gerar uma economia anual de R$ 120 mil nos gastos de energia elétrica
    Embrapa
    Energia solar vai reduzir despesas na Embrapa Acre
    Energia solar vai reduzir despesas na Embrapa Acre

    Tags:

    Sustentabilidade

    Embrapa

    Brasil

    Energia

    A Embrapa Acre conta com um novo sistema de fornecimento de energia. A mini usina fotovoltaica da Unidade entrou em funcionamento no dia 23 de agosto e tem capacidade para produzir em torno de 337.500 Kilowatts (kWh) por ano, desempenho que vai gerar uma economia anual de 120 mil reais nos gastos de energia elétrica. O uso de energia solar também contribuirá para maior sustentabilidade das atividades da empresa, tendência preconizada pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU (Organização das Nações Unidas).

    As obras para instalação da usina iniciaram no mês de junho e duraram cerca de dois meses. Os recursos, no valor de R$ 1.250 milhão, foram viabilizados por meio de emendas parlamentares aprovadas em 2021. A expectativa é que o investimento se pague em, aproximadamente, 10 anos.

    Segundo Bruno Pena, chefe-geral, com o consumo de energia solar a Empresa dá um importante passo não apenas para redução de gastos financeiros, mas também no sentido de tornar o trabalho realizado mais sustentável. “Graças ao empenho de todos os setores envolvidos foi possível executar a obra com celeridade, de acordo com o projeto técnico”, complementa o gestor.

    Hudson Nardi, chefe Adjunto de Administração, explica que ao contrário das usinas termoelétricas, que são movidas pela queima de combustíveis fósseis e emitem gases poluentes na atmosfera, as usinas solares produzem energia totalmente limpa e renovável. “Esse tipo de energia agrega benefícios para as pessoas, para as empresas e para o planeta”, afirma.

    COMO FUNCIONA
    A geração de energia solar é uma alternativa para alcançar a autossuficiência energética em diferentes setores econômicos e também no contexto residencial. Os painéis solares produzem eletricidade em corrente contínua que, ao passar por um inversor, é convertida para corrente alternada. Posteriormente, essa energia é transportada e distribuída para o consumidor, pela rede elétrica convencional. A Usina fotovoltaica da Embrapa Acre também poderá beneficiar comunidades do entorno.

    “Em dias úteis toda a energia produzida será consumida pela Unidade, nas atividades cotidianas. Nos finais de semana e feriados, a volume gerado e não consumido, ou seja, o excedente, será distribuído pela concessionária de energia elétrica local para residências e empreendimentos comerciais localizados próximos da sede da Empresa”, ressalta Nardi.  

    DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
    A ONU estabeleceu, em 2015, uma agenda mundial com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) a serem alcançados até 2030. As temáticas abordadas envolvem questões sociais, econômicas e ambientais a partir de temas como a erradicação da pobreza, redução das desigualdades, equidade de gênero, segurança alimentar, acesso à água de qualidade e saneamento básico para todos. 

    Por meio de pesquisas em diferentes áreas do conhecimento, com foco no desenvolvimento econômico, melhoria do setor produtivo e da qualidade de vida no campo e na cidade, desenvolvidas pelas unidades da empresa nas diversas regiões do País, a Embrapa contribui direta e indiretamente para o alcance de 131 das 169 metas vinculadas aos ODS. As articulações necessárias para esse engajamento são coordenadas pela Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (Sire) da Empresa, com sede em Brasília (DF).