John Deere logo

    Conecta

    Sua fonte centralizada de notícias Agro

    Uso de tecnologias sustentáveis na agricultura em Minas Gerais

    Produtores de Minas Gerais se reúnem para tratar do tema com a companhia de soluções logísticas, que opera terminais, ferrovias e portos, e Embrapa
    Embrapa
    Uso de tecnologias sustentáveis na agricultura em Minas Gerais
    Uso de tecnologias sustentáveis na agricultura em Minas Gerais

    Tags:

    Agricultura

    Embrapa

    Sudeste

    Tecnologia

    Comprometida em contribuir para melhoria da qualidade e crescimento da produção agrícola dos produtores de Minas Gerais, a VLI – companhia de soluções logísticas que opera terminais, ferrovias e portos – e a Embrapa, por meio da Embrapa Cerrados, reuniram mais de cem produtores rurais, consultores, representantes de empresas do agronegócio e de instituições afins, em Uberlândia (MG), no início de agosto. Na 1ª Jornada em Agroinovação do programa LabCerrado, o público participou de ações de capacitação conheceu casos de sucesso, bem como teve acesso a tecnologias e soluções de mercado em produtos e crédito relacionados à implantação de sistemas de produção agrícola e tecnologias sustentáveis.

    A iniciativa buscou fomentar o desenvolvimento sustentável territorial com base em agroinovação. Em Minas Gerais, o programa LabCerrado contempla o desenvolvimento agrícola de três regiões: Noroeste de Minas, Alto Parnaíba e Triângulo Mineiro. Durante o evento foram apresentadas pesquisas e experiências com foco no desenvolvimento de solos de alto desempenho agrícola e ambiental, manejo de pragas e doenças, bioinsumos, bioprodutos e plantas de cobertura, sistemas agroprodutivos de alto desempenho agrícola e ambiental, além dos componentes para crédito agroprodutivo, logística e projetos sustentáveis.

    Essa é a segunda agenda com o setor produtivo. Em maio, cerca de cem pessoas entre produtores rurais, consultores, representantes de empresas do agronegócio e de instituições de crédito participaram de um encontro (imersão) em Paracatu (MG).

    “A troca de experiência com produtores que já utilizam novas práticas agrícolas é enriquecedora e contribui para o desenvolvimento do agronegócio mineiro. A tecnologia é uma ferramenta importante e sua aplicabilidade no setor proporciona a construção e a implementação de sistemas que contribuem para a produção eficiente e em alto desempenho, agregando valor para quem produz, por meio da redução de custos, geração de novas oportunidades de negócio e oferta de maior qualidade de vida”, ressalta o gerente técnico de fomento da VLI, Edson Zacarias.

    EM REDE
    Um dos objetivos da Embrapa e da VLI é a criação de uma rede com vários agentes que atuam no setor e possam fortalecer as práticas abordadas no LabCerrado. Nesse sentido o apoio da Aprosoja e a conexão com o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), por meio do LabAgroMinas, já evidenciam o potencial da iniciativa.

    “Os encontros que estamos promovendo nos proporcionam uma oportunidade de interagir com produtores rurais, consultores, empresas fornecedoras de soluções para o agronegócio e instituições parceiras, como a Fundação Cerrados e a Emater MG, que trabalham com o modelo de agricultura regenerativa. São momentos enriquecedores, quando também podemos discutir com esses públicos novas demandas de pesquisa e oferecer o que já temos disponível”, avalia Sebastião Pedro, chefe-geral da Embrapa Cerrados.
     
    LABCERRADO
    O programa “LabCerrado – Aceleradora de Agroinovação dos Cerrados - Desenvolvimento Sustentável Agroterritorial”, foi desenvolvido a partir da parceria entre a Embrapa Cerrados e a VLI. O acordo de cooperação técnica e financeira tem como propósito promover o desenvolvimento sustentável territorial em regiões de Cerrado selecionadas dos estados do Tocantins e de Minas Gerais – em uma área cultivável potencial de 10 milhões de hectares. A VLI investe na iniciativa, especialmente na estruturação do programa de aceleração de unidades produtivas rurais baseadas na produção de cultivos anuais de grãos (tais como soja e milho), bem como em pesquisa, desenvolvimento e inovação otimizada por condições de solo e clima.